É essa pergunta que eu sempre me faço quando estou no processo de dimensionar uma arquitetura e precificá-la. Exemplo disso foi na minha casa: Tenho 16TB de dados e gostaria de tira-los  do meu mini-storage. Resolvi cotar o serviço de Storage as a Service da Amazon, o S3. Depois de gerar algumas simulações com a sua calculadora, eu cheguei em um preço alto, para uma pessoa física, US$2,002.12 por mês. Este valor é com um SLA de 99,99%, caso eu queria um SLA maior este valor aumentará para uns US$2,300.00.

Para a maioria das pessoas esse valor é impossível de ser pago, mas para um empresa isso é uma mixaria, e as empresas brasileiras sabem disso e estão migrando seus dados e seus sistemas para os EUA, utilizando serviços como o da Amazon. Muitos de vocês dirão que há empresas brasileiras que fornecem o mesmo tipo de serviço, mas não com o preço e o SLA que a Amazon trabalha, e vocês sabem o por que disso ? Impostos.

A alta carga tributária tanto na folha de pagamento, quanto nos equipamentos e softwares são os maiores ofensores dos preços cobrados aqui no Brasil e isso só será resolvido com a intervenção de nosso governo, dai a expressão: sente, pegue a coleção do Senhor dos Anéis para ler e espere. Isso não irá mudar tão cedo pois não é de interesse do governo.

Eu já ouvi várias vezes clientes dizendo que eles iriam migrar toda a sua infra para Amazon, mas não o fazem pelos seguintes motivos :

  • Alta latência entre o Brasil e os EUA
  • Problemas de suporte, empresas brasileiras não gostam muito de seguir o SLA e nem a forma como o Americano trabalha – by the book.
  • A língua – não são todos os gerentes e diretores de grandes empresas brasileiras que falam ou escrevem em inglês.

Mas isso pode mudar e rápido, empresas mudam de estratégia e de negócios devido ao Lucro. Ninguém irá pensar duas vezes em migrar os sistemas para obter um economia de mais de 30% frente aos preços brasileiros. As empresas de hosting de nosso país precisam se mexer e rápido, caso contrário, serão engolidas pelo Tio SAM.