Há poucas horas, ouvi de um analista financeiro, focado em tecnologia, que os prejuízos causados pela vulnerabilidade BASH Shellshock, já podem ter ultrapassado o US$ 1 bilhão.

Este valor é referente a quantidade de horas gastas com times de suporte e desenvolvimento das empresas de TI, em todo mundo, para atualizar os seus ambientes, implementar correções em seus produtos, além do pagamento de indenizações devido alguns contratos leoninos que existem por aí.

Este valor, ao meu ver, põem um fim aquela velha e estúpida mania que todo profissional de ti tem ao dizer que uma vulnerabilidade destas não acarreta em prejuízos ao seu servidor ou cliente.

A mentalidade deste tipo de profissional deve ser mais focada em negócios e nos seus desdobramentos, caso contrário, ele sempre será o técnico da família que está pronto para atualizar o drive da impressora ou instalar o modem que dá acesso à internet.