Até parece um daqueles canais de fofocas ou jornais ingleses sensacionalistas tentando colocar mais lenha na fogueira ou tentando colocar um contra o outro. Nós vemos isso todos os dias, seja pelos meios de comunicação já citados ou nas empresas que trabalhamos, mas ficar assistindo brinquinha entre hackers e crackers ficou mais engraçado ainda.

O mundo da tecnologia é igual os demais mundos, um que provar ao outro que pode mais, que possui mais conhecimento e contatos, e como uma hacker ou cracker prova ao outro que ele é mais experto ou “saca mais” ? simples, pichando o site do concorrente ou simplesmente difamando o cara por aí.

Sempre fiz um comparativo entre pichadores e crackers. Eles desejam a mesma coisa, demonstrar que são melhores alcançando os lugares mais difíceis para publicarem o seu trabalho, a sua arte. Seja um prédio ou no caso da tecnologia, seja um site do governo ou de uma grande empresa. Isso sempre vai existir, é uma necessidade humana de dizer: eu posso mais do que você, e a inveja é o maior motivador.

Diversos grupos hackers e até mesmo membros do próprio Lulzsec começaram a atacar o servidores IRC utilizados para discutir manobras e as próximas ações do grupo. Alguns, tidos hackers, já deram entrevistas dizendo que o pessoal do Lulzsec e do anonymous não passa de crianças que acabaram de ganhar os seus computadores e aprenderam a navegar na internet, e no final, o que desejam é chamar a atenção do mundo. Estão dizendo por aí que o líder do Lulzsec é um brasileiro, tendo Sabu como nome de guerra. Não duvido, mas ele ter ficado putinho e ter divulgado um dos integrantes do seu grupo é complicado em.

Tecnologia e meios para ataques DDoS

Quem trabalha com redes há algum tempo sabe que realizar um ataque DDoS não é uma das coisas mais difíceis de serem realizadas. Primeiro você precisa de uma ferramenta que pode ser encontrada com uma pequena e rápida “googlada” (já virou verbo nos EUA) e segundo, você precisa de um bom link Internet. Já temos nos lares brasileiros links que passam dos 50Mb/s, já é um começo em. Baixou, instalou, colocou o alvo, é só apertar o enter e esperar.

A coisa pode ficar mais séria se a pessoa possuir alguns contatos, um cartão de crédito internacional e falar inglês. Em poucas horas ela encontrará uma rede botnet para alugar. Para completar a brincadeira e chamar a atenção, ela criará uma conta no twitter e publicará a seguinte mensagem: Vou derrubar tal web site. Feito a bagunça, está aí uma nova web celebridade.

Vocês acham isso simples de mais, mas foi exatamente o que o pessoal do LulzsecBrazil fez. Mas por que estes dois grupos hackers estão na mídia, fazendo tanta bagunça e tendo os seus 15Mb de fama: Simples, eles se organizaram, enrolaram muita gente como uma ideologia simples e barata de se propagar e o principal, eles possuem contatos, muitos contatos.

E isso tudo, meus amigos, gera inveja, ciume e um monte de gente querendo aparecer neste embalo todo, mas o pessoal esquece de uma coisa, tudo tem um preço, se você não pagar, uma hora alguém baterá na sua porta para cobrar.

P.S.: Isso me fez lembrar das brigas de ego que rolavam na CISSP-BR.