Alguns de vocês devem saber que a Verisigin mudou os seus certificados intermediários aqui no Brasil. Desde Outubro de 2010, certificados intermediários da Verisigin para o Brasil trabalham com criptografia de 2048 bits, antes eram 1024bits. Isso porque a criptografia utilizada pelos certificados digitais da Verisign nos EUA é de no mínimo 4096 bits.

Não se assustem com isso pois é uma prática comum das empresas de segurança da informação americanas, europeias e israelenses, tudo para garantir a segurança quanto ao tráfego e ao armazenamento de seus dados.

Acontece que as empresas que revendem estes certificados digitais aqui no Brasil, como a Certisigin, esqueceram de avisar os seus clientes, e vários deles foram surpreendidos com uma série de erros nos browsers após a renovação e instalação de seus certificados SSL nos Web Servers. Eu fui um deles. Firefox, Chrome, IE apresentavam erros quanto a autenticidade ou validade.

Tomem alguns cuidados na hora que vocês forem alterar os seus certificados intermediários, em caso de dúvida, entre em contato com a Autoridade Certificadora a qual vocês os adquiriram. Sigam sempre o passo a passo passado pelo time de suporte deles.

E o mais importante, sempre tenha um backup em mãos.