A China sem dúvida alguma, é uma dos maiores países do mundo, seja em número de habitantes, da quantidade de dinheiro, exportação de produtos e agora, de internautas, que hoje já somam mais de 400 milhões de pessoas.

Agora com tantos acessos à Internet e com o crescimento de 14% ao ano, será que a segurança deste país e dos demais não está ameaçada ?

Os últimos ataques DDoS direcionados ao Google e mais de uma dezena de empresas americanas foi originado da China. Analistas de segurança e empresas especializadas no tema afirmam que a maior concentração de Hackers e Crackers no mundo está na China, mas eles ainda não possuem o poder de criar vírus e exploits tão ameaçadores, ainda. Isso é questão de tempo, e bota pouco tempo nisso.

Não podemos nos esquecer que o próprio governo chinês investe neste tipo de atividade, “hackerismo”, atividade essa que já é lucrativa em vários países do Leste Europeu e Asia.

Os melhores fóruns de compartilhamento de material de estudo para certificações da Cisco, Microsoft, Juniper e demais outras tecnologias estão residentes na China.

Dai a preocupação do governo dos EUA e da Europa em treinar diversos dos seus agentes de segurança em tecnologia e em diversos tipos de ataques.

Acredito que teremos muitas surpresas quanto a segurança da informação nos próximos anos.

Será que os chinês passarão os israelenses, já que eles ainda são considerados os papas da segurança da informação? Bem que ninguém supera um Indiano quando o assunto são algoritmos.