A Pixar, empresa especializada em animações trouxe ao mundo uma nova categoria de cinema com uma qualidade incrível e sem deixar a desejar em histórias, personagens e conteúdo. Tudo isso graças a evolução da animação digital e de softwares e algoritmos de imagem e som, criados especialmente para atender esse mercado.

O vídeo abaixo conta de forma resumida, a história desse gigante.

Claro que antes da Pixar e seus filmes, tivemos Tron e alguns outros que trouxeram uma ideia do que seria a junção do ator com o computador. Lembro-me em 1999 que alguns amigos assistiram no trabalho pela primeira vez o filme Matrix, ficamos hipnotizados durante todo o filme com a história, os personagens e é claro, a qualidade dos efeitos especiais. Efeitos excelentes esses graças as novas tecnologias e computadores utilizados.

Existem empresas nos EUA especializada em um determinado tipo de efeito especial, seja com água, queda de um cometa, monstros ou qualquer outra coisa. Tudo isso devido ao tipo de softwares, programadores e computadores que elas possuem. Quanto mais dinheiro para investimentos tiver melhor será a qualidade dos efeitos especiais. Digo isso pois um dos maiores gastos que os filmes Transformers I e II tiveram foi com espaço em disco para criação dos robôs e cenas em ambos os filmes, quase 300 terabytes foram necessários para compilação de cenas pela L&M, empresa contratada para cuidar dos efeitos especiais, isso tudo devido a qualidade em alta definição requisitada pela direção e produção do filme.

Muita das tecnologias que são utilizadas atualmente para edição e renderização de imagens foram desenvolvidas para a criação de um determinado filme ou produção. Até hoje isso persiste, vejam o caso do filme Avatar onde James Cameron investiu milhões de dólares na criação de uma câmera 3D.

5.500 processadores de 64 bits cada, foram utilizados para renderização das imagens. Uma parte do roteiro foi cortada já que necessitaria de muito mais dinheiro para compilação da cena em computação gráfica, quase metade do dinheiro destinado para o filme todo.

A Oracle/SUN vem fazendo uma tremenda propaganda em todas as mídias possíveis como a empresa responsável por fornecer toda tecnologia, software e hardware, utilizada para criação do filme IronMan2, que estreia nesta próxima sexta-feira, 30/04 – Irei assistir com certeza. Os servidores utilizados para o filme foram os Oracle Exdata V2 com as seguintes configurações:

  • Sun FlashFire memory card to a high-performance OLTP.
  • 80% faster CPU: Intel Xeon (Nehalem) processor.
  • Disk speed 50%: 600GB SAS disks, speed 6Gbps.
  • Memory speed 200%: DDR3 memory.
  • Memory capacity of 125%: for each database server 72GB.
  • Network speed 100%: 40Gbps InfiniBand.
  • 100TB of raw disk capacity (SAS) or per rack 336TB (SATA).
Servidor Oracle Exdata V2

Um grande problema para os diretores de produtores era como colocar de uma forma clara, vendável e real aos olhos dos espectadores, um filme criado no imaginário de um roterista ? Hoje isso é possível graças a alta tecnologia de processamento, armazenamento e digital.

Agora imaginem utilizando Cloud Computing, onde você terá recursos quase que infinitos de processamento, memória e espaço em disco e pagar somente pelo o tempo de utilização. O trabalho vai ficar bem mais fácil e acredito que bem mais barato.

Well, veremos as novas produções e filmes que estão por vir.