Deep Web – O que você não encontra no google.

por em 23/01/12 às 4:22 pm

A onda de ataques provida pelo anonymous nos últimos vezes fez voltar à tona o seguinte tema: Deep Web.

Deep Web é aquilo que não aparece nas buscas do Google, Yahoo, Bing, Wikipédia, Youtube ou qualquer outro portal de buscas. O seu conteúdo é restrito a um pequeno grupo de pessoas.

Exemplos de Deep Web:

  • 0-days, programas maliciosos para bankers e crackers que podem demorar até 3 meses para chegarem ao conhecimento do público.
  • Material pedófilo – infelizmente há uma verdadeira rede de pedófilos muito bem estruturada e criptografada. Várias de suas células já foram desmanteladas, mas o seu core continua em funcionamento.
  • Material corporativo, sejam livros ou artigos de uso exclusivo de empresas e/ou órgãos governamentais
  • Vídeos, sejam eles pornográficos, de assassinatos ou treinamento.
  • Torrents privados – como era o demonoid.me
  • Religiões como Satanismo, Cientologia e tantas outras.

Alguns pesquisadores já estimaram que a Deep Web pode ser 500 vezes maior que todo o material indexado pelos buscadores. Eu particularmente não duvido e a explicação é mais simples e menos sombria do que parece.

Vamos imaginar uma empresa com 40.000 funcionários e que o seu ramo de atividade seja o de suportar clientes em uma plataforma java, proprietária (servidor aplicacional) e que ela possua 10% do mercado.

Diariamente essa empresa atende mais de 1.000 chamados,  por sua vez, cada chamado se torna um documento tido como confidencial. Multiplique então por 365 dias. Em um ano, 365.000 documentos serão gerados, os quais não serão divulgados no mercado, nem indexados.

Já deu então para se ter uma ideia do que existe e do que não existe no Google.

Eu já encontrei muito material interessante na biblioteca virtual de universidades, isso porque elas não se dão ao trabalho de indexar tudo que produzem a cada ano junto ao Google e vocês sabiam que pode parte das maiores bibliotecas em todo o mundo não possuem um catálogo digitalizado de seu acervo.

Quem trabalha em grandes empresas de TI como Microsoft, IBM e Oracle já deve ter dado uma pesquisada nas suas extensas e maravilhosas knowledge-bases. Essas bases possuem material para anos e mais anos de pesquisa e estudos. Eu já perdi milhares de horas nas bases da IBM.

Grupos de Hackers e de Crackers possuem fóruns e sites que não são divulgados. Seu acesso é restrito e alguns criaram verdadeiras competições, onde o prêmio é o acesso à sua biblioteca underground….

Caso você tenha se deparado com algum site como o xxxxxxx, esteja certo que ele é um Deep Web

Bad Behavior has blocked 2069 access attempts in the last 7 days.