Sou um assíduo frequentador do Starbucks, tanto no Brasil como nos EUA. Os motivos disso são óbvios. Adoro café, um bom sofá e um internet boa e de graça.

É claro que essa última parte no Brasil é um tanto que complicada. O starbucks brasileiro está longe de prover aos seus clientes uma internet de boa qualidade.

Mas e os crackers, eles não aproveitem o ambiente descontraído do starbucks para sacanear a galera ? É claro que sim e vejam abaixo o infrográfico que explica e muito bem os tipos de ataques que os frequentadores podem sofrer:

Por isso que utilizo vpns – strongvpn é um das melhores – quando acesso a internet a partir de redes fora de casa.

P.S.: Já peguei alguns pseudo-hackers no starbucks da av. Paulista tendo pegar senhas das galeras.