Li há pouco tempo uma reportagem quanto a segurança da transmissão de dados em todo o mundo, focando na comunicação de dados via fibra ótica, onde a mesma é responsável por mais de 80% do som, vídeo, imagem e dados transmitidos em todo o mundo.

A fibra ótica percorre praticamente todos os oceanos, e alguns lagos por todo mundo, conforme o desenho acima. O diâmetro de um cabo de fibra ótica submarina possui 69 mm e percorre mais de 10000 km de distância na sua grande maioria, mas o que poucos sabem é que utilizamos somente 29% de sua capacidade de transmissão de dados, onde destes 29%, mais de 70% é de tráfego de Internet.

Outro dado interessante é sobre a quantidade de dados trafegados pelas fibras óticas submarinas, em média 2.1 tbs, onde podemos trafegar mais de 3x este valor chegando a 7.1 tbs.

Mas e a segurança quanto a passagem destes cabos no mar ? Existe alguma monitoração ou análise quanto a integridade destes cabos ?

Há pouco tempo o Japão ficou sem Internet e uma série de serviços de telecomunicações devido ao rompimento de um cabo de fibra ótica submerso no oceano por um navio petroleiro.

Outro rompimento de fibra ótica e que ficou conhecido pelos brasileiros aconteceu nos Andes, entre a Argentina e o Chile, rompimento esse que resultou em problemas de acesso para diversos usuários de Internet no Brasil.

A blindagem de um cabo de fibra ótica não consegue prevenir um rompimento causado por um petroleiro, um bomba ou se quer um possível ataque direcionado, de uma olhada na foto desta fibra submersa abaixo:

Vejam que o mergulhador não está em alta profundidade e nem usando roupas especiais de mergulho, e segurando um cabo de fibra ótica em sua mão direita. E se ele quisesse romper esse cabo com uma faca, quantos seriam afetados ?

Essa preocupação vem levando uma série de empresas e governos a lançarem cabos de fibra ótica redundantes pelos oceanos, adquirindo links de dados secundários providos em sua grande maioria por satélites. Um ataque para o rompimento as fibras submarinas é fácil e provável.

Imaginem o que ocorreria com os mercados de ações sem poderem acessar bancos ou dados que são vitais para uma transação financeira milionária devido a falta de conectividade ?

Um caos momentâneo ocorreria de fato. E a comunicação entre bases militares, será que o estrago seria mais sério ?

A globalização possui excelentes ferramentas que ajudam economias, governos e a população ficar mais próximos, mas também gerou uma dependência tecnológica gigantesca e com pouco segurança.