Há alguns meses que venho estudando este novo algoritmo de garbage collector para JAVA, o G1C. Ele foi implementado no JDK6 e suportado a partir do JDK 7 update 44, sendo tema de discussão de diversos blogs especializados em  performance e java.

O interessante do G1C é que ele trouxe uma abordagem totalmente diferente quando falamos na alocação de espaço e de memória para objetos dentro de JVMS, prometendo assim, ter um ganho superior de performance se comparado com outros tipos de garbage collector.

Acabei encontrando boas referências de estudo para ele, o G1C, que são 1, 23 e 4, e os slides abaixo:

A minha análise preliminar aponta que o G1C poderá “performar” mal no caso da alocação de grandes objetos em memória, como é o caso de aplicações que trabalham com o suporte ao sistema de nota fiscal eletrônica. Isso porque os arquivos xml e pdfs são bem grandes, podendo chegar a mais de 20MB, cada um.

Mais testes serão realizados, da minha parte, para que tenha certeza que o G1C é tão bom assim como os seus desenvolvedores dizem ser. 🙂

E vcs, já o testaram ?