Minha opinião pessoal quanto as “carreatas e comícios” em frente das maiores empresas de tecnologia da informação de SP que estão sendo organizadas pelo Sindpd é:

O nosso mercado é regido pela lei da oferta e da procura, e por este motivo, qualquer pessoa, com qualquer formação profissional pode ingressá-lo. Quantos advogados, arquitetos, engenheiros e médicos que você conhece e que trabalham com TI ? Quantos profissionais sem nível superior você conhece e possuem uma capacidade impar em programar ou criar uma nova ferramenta ?

TI é isso, qualquer um no planeta pode criar algo revolucionário e que facilitará a vida a nossa vida, basta uma ideia.

Sindicalizar ou normatizar a forma como somos contratados, produzimos e somos remunerados é um retrocesso descomunal. Cada profissional da área possui um taleto nato e este deve ser remunerado de forma diferenciada. Isso é feito hoje, com pesquisadores nos EUA. Os doutores que trabalham nestes laboratórios têm a sua remuneração medida pela qualidade de seus trabalhos e pela produtividade, não importando títulos.

Nivelar o trabalho é a mesma coisa que nivelar a educação. Por que uma criança super dotada não pode fazer faculdade no Brasil ? por causa da experiência de ser uma criança ? isso é ridículo e já foi provado que não funciona.

O Sindpd na minha opinião está fazendo algo totalmente arcaico para o mercado de TI brasileiro. O profissional faz a sua escolha quanto ao trabalho e ao salário. Se ele quer melhorá-lo, ele terá que estudar para isso e não pedir que um terceiro resolve o problema para ele.

SindPD, gaste energia, esforço e dinheiro para melhorar a qualificação do profissional de TI brasileiro, precisaremos de mais profissionais deste tipo nos próximos 5 anos. Caso não consigamos, teremos uma invasão incrível de estrangeiros.

Um último detalhe: Profissional de TI de SP, não pense que a sua empresa não irá lhe demitir se você entrar em greve, ela o fará e o SindPD vai lhe ajudar na homologação e em um possível processo trabalhista, até o processo ser julgado, você estará desempregado. Eu sou contra a greve e vc ?