Conversando com vários estudantes de universidade nestes últimos 3 meses, percebi uma incrível vontade de estudar e trabalhar, graças a quantidade de conhecimento adquirido em pouco tempo devido ao fácil acesso das informações pela Internet, mas muitos destes jovens, e neste caso homens, não conseguem um emprego ou estágio devido ao senhor Olavo Bilac, escritor que devido a sua fama no século 20, foi o responsável pelo movimento do serviço militar obrigatório, em 1907.

Já passados mais de 100 anos da existência de uma das milhares de leis absurdas que regem o nosso país, vários homens na idade de 18 anos tomam um não de recrutadores de RH devido a ela. Essa lei em especial, gera um grande impacto no mercado de trabalho, já que vários jovens estão entrando mais cedo nas universidades, com os seus 16 e 17 anos, tendo em muitos dos casos a necessidade de iniciar a sua vida profissional para custear o ensino, ensino esse que no Brasil é para poucos e muito caro. Digo para poucos o ensino com conteúdo e de qualidade.

Há uma série de leis, municipais, estaduais e federais que dão incentivos à diversos ramos de atividade, como por exemplo de TI. Vejam que em Hortolândia/SP, temos a IBM e a DELL com suas fábricas de software e de hardware, respectivamente, além é claro, da existência de uma série de indústrias farmacêuticas e automotivas.

Empresas com o pagamento de baixos impostos contratam milhares de pessoas de todo o Brasil e ainda possuem vagas em aberto devido a escassez de mão-de-obra.

Por que não aproveitar os jovens e adolescentes que estão com todo o gás ? A resposta do não encontrasse a mais de 100 anos atrás.

Novas ideias surgem de novas mentes, então um motivo a mais para colocarmos jovens e adolescentes no mercado de trabalho, produzindo, pagando impostos e tendo um poder ainda maior de consumo.