Nem tudo no ubuntu é tão simples de ser instalado, principalmente quando vc é um system admin das antigas, que gosta de compilar tudo na mão.

Fato é que os repositórios melhoram e muito a vida da galera. Estou falando do yum e do apt-get.

Mas e quando vc está melhorando uma distribuição linux, focada em segurança, e não deseja mexer no sources.list do kali 2.0, o que vc deve fazer ?

Bem, eu gosto de trabalhar com o homebrew para mac, daí, eu descobri que existe uma versão para linux, o linuxbrew.

O processo de instalação é bem simples. Primeiro, vc deve estar as dependências:

sudo apt-get install build-essential curl git m4 python-setuptools ruby texinfo libbz2-dev libcurl4-openssl-dev libexpat-dev libncurses-dev zlib1g-dev

Depois, o próprio linuxbrew, o qual vc pode fazer de duas formas:

1 – sem ser root

ruby -e "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Linuxbrew/linuxbrew/go/install)"

2 – sendo o que vc quiser, até root 🙂

git clone https://github.com/Linuxbrew/linuxbrew.git ~/.linuxbrew

Depois disso, vc precisa adicionar as linhas abaixo no seu .bashrc
export PATH="$HOME/.linuxbrew/bin:$PATH"
export MANPATH="$HOME/.linuxbrew/share/man:$MANPATH"
export INFOPATH="$HOME/.linuxbrew/share/info:$INFOPATH"


Depois um source .bashrc e tudo estará funcionando. Para testar basta executar o brew update.

O legal do brew é que ele funciona como um apt-get, procurando todas as dependências e as instalando, para depois, instalar o referido programa.

P.S.: dentro em breve os cursos serão relacionados, tendo algumas boas novidades para galera. O Pentest Web sem mimi.. hehe

E para começar bem este novo curso, uma imagem do kali que utilizo será disponibilizada no blog. Espero que apreciem com moderação, dentro em breve..