O grupo hacker LulzsecBrazil, continua divulgando os dados dos notórios políticos brasileiros. Em menos de 48 horas, o grupo divulgou, nada mais nada menos, que os dados da presidente Dilma, do prefeito da Cidade de SP, Gilberto Kassab, e hoje, o grupo divulgou os dados do Senador Aloysio Nunes, Antônio Palocci e Paulo Maluf.

Um ponto interessante foi que no caso do Sr. Paulo Maluf, o grupo colocou ex-ladrão como cargo. Conhecendo o Maluf como nós paulistanos conhecemos (me considero um por morar na cidade há 5 anos), vai rolar um processo básico – calúnia e difamação. O interessante é que muita gente esquece que o Maluf não pode colocar os pés fora do país pois ele tem um mandado de prisão expedido pelo Interpol, que eu me lembre. o_O.

Fiquei sabendo a pouco que os dados do Ministro da Educação, Fernando Haddad, também foram liberados pelo grupo.

Alguns pontos importantes e que gostaria de comentar quanto a tudo isso:

  • O pessoal do LulzsecBrazil tem o seu mérito em ter conseguido reunir tantos dados de figuras importantes da política do nosso país.
  • Muitos destes dados coletados podem ser levantados junto ao TRE, já que há pouco tempo, tivemos as eleições e o recadastramento é obrigatório para todo e qualquer candidato. Em resumo, são dados públicos, sendo assim, como é que o Kassab vai processar o grupo alegando divulgação de dados sigilosos ?!
  • Para tanto, que continuo afirmando que o Mandic, personagem quase que mitológica da Internet brasileira, contratou ex-membros da Mossab, polícia secreta israelense, para cuidar de sua segurança, já que a todo momento ele divulga, utilizando o twitter+ foursquare, o seu paradeiro em todo o Brasil – isso tudo depois de ter declarado que possui mais de R$ 15 milhões em bens. o_O.
  • O SERPRO, Serviço Federal de Processamento de Dados, continua afirmando que nenhum dado foi roubado ou comprometido depois das invasões executadas pelo LulzsecBrazil em sua rede e seus servidores. Mentira tem perna curta em.. o_O.
  • Eu fiquei assustado em saber que quase meio trilhão de reais foram destinados para a construção ou reforma dos estádios que serão palco da copa do mundo de 2014. Gente, isso é muito dinheiro. Dava para fazer várias, USPs, Unicamps e escolas técnicas em todo o país.
  • Tem muita coisa que está sendo divulgada que na verdade é uma compilação de dados já existentes na Internet, exemplo disso são os dados do ministério dos esportes, mas por que o site deles foi tirado fora do ar já que esses dados já haviam sido publicados ?!

Vamos aguardar as cenas dos próximos episódios ou quem sabe, um novo dossiê ou operação mal sucedida sendo encabeçada pela nossa excelente polícia federal.

Agradecimento ao @HugoPiovesan por ter me passado diversos link para este post (não esquece de chamar para o casório em)