Este vídeo prova bem a minha teoria, o que é bom dura para sempre e nerds já nascem nerds: