Em 2000 haviam em todo o mundo 361 milhões de usuários conectados a Internet, 2/3 da quantidade de usuários que o Facebook possui hoje (500 milhões de usuários cadastrados).


Há hoje, 1.967 bilhões de usuários conectados a Internet, lembrando que o Twitter possui mais de 200 milhões de usuários cadastrados e dizem que Facebook já está na casa dos 550 milhões de usuários, sem sombra de dúvidas o Facebook é a ferramenta de mídia social mais utilizada em todo o mundo.

Nos anos 2000, 10 países eram responsáveis por mais de 73% de todos os usuários conectados a Internet, em 2010 esse número caiu para 60%.Vejam no gráfico abaixo como a distribuição de usuários conectados a Internet aumentou significativamente entre 50 países, incluindo o Brasil:

Os números abaixo são bem interessantes pois demonstram o aumento da quantidade de usuários conectados por países e sua distribuição:

Nestes 10 anos de crescimento, a Ásia liderada pela China cresceu em 8x a quantidade de usuários conectados, seguida de perto pela Europa com um crescimento de 4x o número de internautas, como demonstrado no gráfico abaixo:

A África possuía 4.5 milhões de internautas em todo o continente em 2000, tanto é que ela não possui um grande range IPv4, dai a África ter sido o primeiro continente a utilizar endereçamento IPv6, hoje o continente africano possui mais de 100 milhões de internautas.

Não podemos nos esquecer das fraudes cibernéticas nigerianas, com os seus príncipes que ganharam milhões de dólares ou euros, mas que precisam da sua ajuda para conseguir o dinheiro, oferecendo-lhe alguns milhões de dólares em troca.

Em 2000, os EUA era o país com mais internautas seguidos pelo Japão, a China passou esse número em 2010, e hoje a quantidade de pessoas conectadas na China (420 milhões) é quase igual a quantidade de pessoas que vivem nos EUA, com cerca de 440 milhões de habitantes.

A cada ano o número de internautas na China cresce na casa dos seus 10%, também pudera, há mais de 1 bilhão de pessoas em toda o país, por isso o mercado chinês é tão cobiçado, é pouco provável que a Google jogue fora a receita chinesa, cedo ou tarde a Google irá ceder a um acordo com o governo chinês quanto ao controle de conteúdo.

Vejam que o Brasil já está em quinto lugar quanto a quantidade de usuários conectados, mas não acredito que ele consiga passar a Índia, o segundo país mais populoso do mundo e que algumas previsões demográficas dizem que ultrapassará a China em 10 anos, isso porque a Índia não possui controle de natalidade.

Dois dados interessantes:

  • A China e os EUA são os únicos países com mais de 100 milhões de pessoas conectadas
  • A China em 2010 superou a quantidade de internautas que estavam conectados em todo mundo no ano 2000.

O gráfico abaixo demonstra o ranking de usuários conetados nos países:

Mas não vão achando que a Nigéria foi o país que teve o maior crescimento quanto a quantidade de internautas, este posto é do Afeganistão, seguido pela República do Congo.

Uma coisa importante é o idioma, onde não podemos negar a soberania da língua inglesas, mas muitas ferramentas estão se adaptando ao mandarim devido ao gigantesco do mercado Chinês. É claro que os chineses não perdem tempo e vem aprendendo a língua inglesas de forma ultra rápida, mas isso um dia pode mudar.

fonte: Pingdom