A Oracle é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, e, em minha opinião, a maior quando o assunto é middleware ou SOA.

Utilizo alguns de seus fantásticos produtos a pelo menos 12 anos.

Mas de vez em quando ela dá algumas vaciladas fantásticas. Exemplo disso é o Oracle Fusion Middleware – Webtier, que á a união dos seguintes produtos abaixo:

Oracle HTTP Server

Oracle HTTP Server provides a listener for Oracle WebLogic Server, and the framework for hosting static pages, dynamic pages, and applications over the Web. It is based on Apache 2.2.10 infrastructure, and includes modules developed specifically by Oracle. The features of single sign-on, clustered deployment, and high availability enhance the operation of the Oracle HTTP Server.

Oracle Web Cache

Oracle Web Cache is a content-aware server accelerator, or reverse proxy, for the Web tier that improves the performance, scalability, and availability of Web sites that run on Oracle HTTP Server. Oracle Web Cache is the primary caching mechanism provided with Oracle Fusion Middleware. Caching improves the performance, scalability, and availability of Web sites that run on Oracle WebLogic Server by storing frequently accessed URLs in memory.

Oracle Process Manager and Notification Server (OPMN)

OPMN provides a command-line interface for you to monitor and manage Oracle Fusion Middleware components and sub-components. The OPMN server should be started as soon as possible after turning on the computer. OPMN must be running whenever OPMN-managed components are turned on or off.

O core business desta solução está nos dois primeiros produtos que na verdade são um apache e um memcached alterados.

Mesmo a Oracle e muita gente que trabalha com eles saberem disso, tem empresa que ainda paga mais de R$ 20.000,00 no Oracle Fusion Middleware – Webtier, achando que ele aumentará e muito a performance do seu ambiente.

Por experiência própria, o Oracle Fusion Middleware – Webtier pode ser facilmente substituído pelo Apache 2.4, já utilizando o evento-drive, mais o módulo do memcached  ou se não, o Varnish, para cuidar do conteúdo estático.

Essa pequenina mudança gera uma grande economia, cerca de R$ 20.000 só com licenças. 🙂

Essa dúvida foi feita por um leitor do blog via e-mail e que vale a pena ser compartilhada com a galera.