Com o surgimento das ferramentas de busca pela Internet, além da alta velocidade e dos ebooks, ficou fácil de aprender de forma online, e por um custo baixo. Podemos nos tornar verdadeiros especialistas em diversas tecnologias, linguagens de programação, e até mesmo, cracker. Tudo ao alcance de poucos cliques e MBps.

Várias empresas de TI vêm buscando profissionais que possuam como característica a capacidade de encontrar soluções, estudar e criar projetos e inovações sozinhos, sem tutores ou cursos. Possuir no curriculum: “Sou autodidata em VMware, Linux ou Exchange, já ganha muitos pontos em uma entrevista. A Locaweb é um exemplo de empresa que vê com bons olhos esse ponto aqui no Brasil, ela pede que os seus profissionais dediquem parte do seu tempo, cerca de 2 horas por dia, para estudar novas tecnologia ou assuntos que possam melhorar o dia à dia da empresa. Nos EUA isso já é uma prática de uma série de empresas de TI, como o Google, Microsoft e Apple. Você não cria produtos revolucionários ou projetos trabalhando horas afinco, mas sim com a sua imaginação ou com uma ideia inusitada.

Mas o aprendizado autodidata não vale só para TI, também é válido para uma nova atividade física, formação e idiomas.

Empresas de RH já experimentam uma nova leva de curriculuns e profissionais, mais jovens, com maior conhecimento técnico, e em algumas vezes, uma experiência que muitos demoraram mais de 5 anos para adquirir, experiência essa adquirida graças a horas debruçados em livros ou na Internet.

Logo cedo na minha carreira, troquei trabalhar em uma multinacional para trabalhar em um pequeno provedor Internet, o conhecimento adquirido no provedor de Internet foi muito superior do que na multinacional. No final de 2 anos, eu retornei para a multinacional com um salário e um cargo melhor, tudo isso devido ao conhecimento adquirido.

P.S.: Não trabalho na Locaweb, soube da informação acima devido alguns amigos.