Desde da compra da Sun e da BEA pela Oracle vários analistas de mercado, profissionais de TI e evangelistas JAVA temiam sobre o poder e as decisões que a Oracle iria ter no  JCP – The Java Community Process, comitê formado por uma série de empresas e pessoas que juntas definem os padrões e homologam produtos e plataformas para o mundo JAVA via Java Specification Requests (JSRs), acontece que a Oracle recebeu um mega hiper blaster upgrade de poderes, comprando o criador você vira o dono da criatura.

Mas o mundo opensource com a sua mente benevolente não sabia se a gigante carreira Oracle iria lançar os seus poderes sobre o JCP ou não, inocentes né?!.

Acontece que logo que a Oracle adquiriu a SUN, várias mudanças foram feitas quanto ao licenciamento do JAVA e muita coisa não ficou definida de forma clara. A Apache Fundation tinha enviado um aviso formal quanto a essas pendências e disse naquela época que se nada fosse feito ou oficializado, ela entregaria a sua cadeira na JCP.

Nada foi feito e a Apache Foundation entregou a sua cadeira no mês de Dezembro baseada nos seguintes pontos:

  • que o JCP não é um processo de especificação aberta,
  • que as especificações do Java são tecnologias proprietárias que precisam ser licenciadas do líder do processo sob os termos que este definir,
  • que as preocupações comerciais de uma única entidade (a Oracle) vão continuar a interferir na transparência e governança deste ecossistema, e
  • que não é possível distribuir implementações independentes das JSRs sob licenças de código aberto de uma forma em que seus usuários estejam protegidos de litigância de propriedade intelectual por parte dos membros e da Oracle.

A Apache Foundation possui uma série de produtos e soluções homologadas pela JCP. Saindo da Comitê a Apache Foundation terá problemas com os seus novos produtos ? A Oracle vai criar algum obstáculo chegando a cobrar royalties para utilizar alguma especificação JEE ?

Essas são algumas das perguntas que vêm a mente neste primeiro momento, mas não seria nenhuma surpresa se a Oracle começasse a cobrar por isso.Vamos esperar pelas cenas dos próximos capítulos.