SPAM é um dos maiores problemas da era digital que já gerou e gera, uma série de processos judiciais, prisões e multas em várias partes do mundo.

Existe uma série de boas práticas que são adotadas nos servidores de email, sejam eles Exchange by Micro$oft, Lotus Notes by IBM, Sendmail e outras versões. Uma das práticas mais adotadas é a substituição da porta TCP 25 pela porta TCP 587, porta essa atrelada ao protocolo SMTP, como já foi anunciado por diversas empresas, como exemplo o provedor UOL.

Além da implementação de boas práticas de configuração e gestão de servidores de email, várias empresas vêm implementando soluções Anti-SPAM em suas redes, soluções essas via software ou via hardware, que são os primeiros sistemas/equipamentos a receberem os emails e depois, repassa-los aos servidores de email. Na grande maioria dos casos, o apontamento MX records no DNS é alterado para o ip do servidor Anti-spam.

Temos em destaque como soluções Anti-SPAM no mundo, e pagas, a solução da IronPort, da Cisco, e a solução BrigthMail, da Symantec. Ainda existem soluções de anti-spam da WebSense e outros freeware (SpamAssassin).

Destaco a solução IronPort da Cisco por ser, até o presente momento, a melhor solução Anti-Spam do mercado, devido o seu alto nível de reputação, uma mínima quantidade de falsos positivos, fácil e rápida implementação.

Ambas as soluções, IronPort e Brightmail podem ser adquiridas como soluções Saas (Software as a service), tendo uma forma diferenciada cobrada para cada tipo de usuário.

Mais detalhes sobre a solução IronPort, no vídeo abaixo:

Um ponto interessante é a capacidade de integrar ambas as soluções Anti-Spam, IronPort e BrightMail, como neste link. Particularmente, eu nunca vi uma solução destas implementada.

Outro detalhe, a solução mais implementada no mercado brasileiro e paga é a da Symantec, e vocês sabem o porquê ?

Custo.