A virtualização é uma das tecnologias mais empregadas no mercado, 10 de cada 10 datacenter no Brasil possuem a virtualização implementada em seus servidores, seja ela via JVM – JAVA ou seja ela utilizando tecnologias da VMWare, Microsoft ou Citrix. Porém, não podemos virtualizar bancos de dados de produção que suportam um grande massa de dados e alta concorrência devido a alta performance requerida para isso, ainda.

Algumas empresas especializadas em Hardware, incluía nessa lista a Oracle já que ela comprou a SUN, lançou ou lançara dentro em breve, storages que possuem discos SSD. Estes discos são no mínimo 10 vezes mais rápidos que os discos/HDDs atuais. Há uma série de vídeos na Internet que comparam o boot de notebooks com discos convencionais contra notebooks com discos SSD, a diferença de velocidade entre eles é gritante.

O custo quanto a compra de um storoge com discos SSD ainda é muito alto, mas esse valor tende abaixar, vale ressaltar que uma análise de custo benefício quanto a compra desse equipamento e o ganho de performance no seu ambiente deverá ser levantado.

É claro que os discos SSD irão melhorar em muito a performance de um ambiente virtual e possibilitará a virtualização de bancos de dados de produção, mas há um ponto – a quantidade de processadores alocados por máquina virtual. Hoje há um limite de 8vCpus por máquinas virtuais, existem bancos de dados que possuem mais de 12 e até mesmo 30 cpus alocados para eles, e falo de cpus físicas.

A virtualização precisa e muito melhorar a quantidade de processadores alocados por máquinas virtuais, mas isso será uma questão de tempo.