Vc percebe que o seu blog está desatualizado quando alguém diz “Guxxxta, viu a porrada de alterações que vieram com a nova versão do Varnish  ?””.

Estou falando da versão 4.0 do servidor de cache estático, opensource, mais utilizado do universo conhecido. Bem que esse lance de opensource está indo por água abaixo, já que o time de desenvolvimento do produto lançou, há pouco tempo, um versão comercial.  O pessoal que cuida do Nginx fez o mesmo, o Nginx Plus.

Voltando a nova versão deste fantástico servidor de cache.

De cara aviso que as regras da versão 3.0 não funcionam 4.0, e devido as diversas alterações que foram implementadas no VCL, tudo para melhorá-lo.  Vejam a lista de melhorias implementadas logo abaixo:

  • Full support for streaming objects through from the backend on a cache miss. Bytes will be sent to 1..n requesting clients as they come in from the backend server.
  • Background (re)fetch of expired objects. On a cache miss where a stale copy is available, serve the client the stale copy while fetching an updated copy from the backend in the background.
  • New varnishlog query language, allowing automatic grouping of requests when debugging ESI or a failed backend request. (among much more)
  • Comprehensive request timestamp and byte counters.
  • Security improvements, including disabling of run-time changes to security sensitive parameters.

Este link apresenta uma série de documentos que falam a respeito da nova versão do Varnish, assim como algumas dicas sobre como portar do 3.0 para o 4.0

Mas a pergunta que fica é ” vale a pena migrar para esta nova versão ?”

Sim , mas pensando em segurança por causa das novas features implementadas, podendo até mesmo melhorar a migração de regras do mod_security para ele. Ponto este já discutido por aqui.

Já comecei os meus testes, e vcs ?