Imaginem a cena: você reencontra aquele colega de trabalho de longa data em um bar, começam conversar, o seu colega ou amigo começa a falar do atual emprego, citando grandes contratos que a empresa fechou, além dos investimentos e tecnologia de ponta, ai vem a clássica pergunta: Você está trabalhando aonde ?

Alguns pensam em responder: estou tirando um ano sabático (ano de férias para os ricos ou aqueles que guardaram dinheiro), outros pensam: estou investindo na minha carreira e conhecimento, por isso, estou trabalhando em tal empresa, por ser pequena tenho mais chances de crescimento. E o último pensamento: estou trabalhando no boteco da esquina pois não arrumei nada melhor.Essa última resposta é a mais difícil de se ouvir e também a mais corajosa.

Grande parte dos profissionais de TI já foram ludibriados ou um dia serão, no momento da entrevista de emprego, onde o recrutador, seja ele uma pessoa da área técnica ou RH, informaram que a vaga que ele estava concorrendo era para uma excelente posição e empresa. Após lutar, correr, vencer o processo seletivo, entregar todos os documentos que o RH solicitou e assinar durante horas uma série de papéis, o profissional agenda o primeiro dia de emprego. No seu primeiro dia de trabalho e nova empresa, ele percebe que a terra dos moranguinhos esta mais para terra do quiabo e estragado. Vem a mente a seguinte pergunta: Aonde eu fui amarrar o meu burro ?

Escrevo esse post por já ter vivido algumas dessas, digamos, situações complicadas na minha carreira, ou já ter ouvido de alguns amigos e colegas o ocorrido. Uma coisa eu percebi nestes anos, você sempre aprende alguma coisa diferente, seja ela boa ou ruim, mas que vai gerar uma coisa muito importante, experiência.

Ai vem a minha outro consideração, colocar ou não essa experiência de trabalho, não tão nobre ou gratificante no seu curriculum ?, minha resposta, SIM, você deve coloca-lá, pelo simples motivo que o mercado de TI é um ovo de codorna, daqueles bem pequenos, e todos sabem que o RH, ou meninas do RH (não vejo muitos homens trabalhando em recrutamento) conversam, e muito, entre si.

Será bom para você, profissionalmente, ter passado por um desafio desses que citei acima, e em uma determinada entrevista de emprego, o entrevistador lhe perguntar: Qual foi o seu maior desafio nestes anos de TI ? Sua resposta: Trabalhar em tal empresa pois tínhamos recursos escassos devido a corte de custos, mas conseguimos fazer x, y e z. Além de você ter desenvolvido tal projeto, produto ou serviço que auxilio a retomada de crescimento da empresa.

Eu já troquei, no início da minha carreira, uma grande multinacional por um provedor, bem pequeno, de Internet, provedor esse que trouxe um nível de conhecimento técnico N vezes maior e mais rápido do que se eu continuasse a trabalhar na multinacional, já que eu era o único encarregado em fazer praticamente tudo dentro da empresa, eu só não limpava o banheiro e fazia o café pois tínhamos uma moça da limpeza gente boa que fazia para gente. Vejam que conhecimento é uma das coisas mais difíceis de se adquirir em uma empresa de TI, principalmente quando trabalhamos em uma multinacional com mais de 2000 pessoas. Tempo de aprendizado ou para estudar é a coisa mais difícil e rara nas grandes empresas, já que o tempo é vendido, a peso de ouro ou platina.

Vai uma dica, nos menores frascos encontram-se as melhores fragrâncias, essa frase vale para algumas empresas ou consultorias de TI. Você aprende muito mais em empresas pequenas, já que é só você para fazer tudo, mas lembre-se, todo coringa tem que ter objetivos e é claro, tempo de vida ou escravidão.