Nestes últimos meses tenho encontrado com uma série de conhecidos da área de TI que estão mudando de empresa ou de contrato, já que seus clientes estão trocando de fornecedores de serviços de TI. Isso ocorre na grande maioria das empresas de 5 em 5 anos, tempo de duração da maioria de contratos de terceirização de serviços de TI pelo mundo.

Os principais motivos para mudança de fornecedores de serviços de TI pelas empresas são:

  • Preço
  • Renovação tecnológica
  • Atendimento
  • SLA

Um fato interessante é que há 5 anos era comum a migração de uma série de profissionais para o novo fornecedor de serviços, o qual ganhou o contrato, isso devido ao grau de conhecimento adquirido nos anos anteriores de trabalho junto à empresa contratante. Tenho percebido que hoje isso vem ocorrendo com menos frequência, tendo casos que o processo de migração e documentação para a transição de serviços tira que por completo a necessidade da transferência de um ou mais profissionais.

Exigências contratuais de absorção de profissionais tornou-se uma coisa rara em grandes contratos de outsourcing, isso devido ao fator preço. Grandes empresas de terceirização de serviços adequam os novos clientes de acordo com o SLA contratado e o preço pago pelos serviços, ficando em muitos casos, inviável o reaproveitamento de profissionais que já trabalhavam no cliente. No Brasil, existem alguns fatores que pesam mais na hora de analisar uma possível absorção, os dissídios salariais e o escopo do trabalho.

Referente ao dissídio temos como exemplo um contrato de prestação de serviços de helpdesk, onde o analista que trabalha há mais de 5 anos devido aos dissídios recebidos neste período possui um salário 25% superior ao salário de um recém contratado.

Já no caso do escopo do trabalho, eu cito casos onde a nova empresa que prestará os serviços de suporte à TI possui um time atuando em outras contas com a mesma infraestrutura do novo cliente, além de processos e procedimentos já maduros e funcionais. Fica muito mais fácil a migração deste cliente, além de não precisar reaproveitar profissionais que o suportavam.

O fato é, o mercado de TI brasileiro, aqui em São Paulo, está bem aquecido, ouço de vários colegas a existência de vagas em uma série de empresas especializadas na prestação de serviços de Outsourcing em TI.

IBM, Accenture, HP, Tivit são algumas das empresas que possuem vagas em aberto.

Compartilhar:

Este post tem um comentário

  1. Interessante !

    Já vai longe o tempo de nossos avós onde o funcionário ficava por 30 anos na mesma empresa até se aposentar e ganhar um relógio de ouro de presente.

    A rotatividade é cada vez maior e os profissionais se tornam cada vez mais independentes. Na área de treinamentos, cresce o número de pessoas que procuram especializar-se por conta própria e não ficam esperando que a Empresa lhe banque cursos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu