Essa semana eu li uma interessante matéria do site profissionais TI focando nas certificações de virtualização utilizando tecnologia Microsoft, o artigo aborda os 4 diferentes tipos de virtualização e certificações que a Microsoft criou para elas:

  • Virtualização de servidores
  • Virtualização de aplicações
  • Virtualização de apresentação
  • Virtualização de desktops

Conheço alguns profissionais que começaram a buscar mais informações quanto a essas certificações, mas quando pesquisam quais empresas utilizam em ambientes produtivos a tecnologia Hyper-V da Microsoft, eles tomam um susto já que pouquíssimas empresas implementaram a virtualização by Microsoft.

Comentei no blog sobre a tecnologia Hyper-V e pesquisei com colegas e amigos que trabalham em empresas de prestação de serviços de TI e ou Outsourcing sobre a implementação ou suporte de ambientes Hyper-V, eles me disseram que não possuem nenhum ambiente produtivo e de grande porte utilizando essa tecnologia, onde 2 me disseram que estão utilizando Hyper-V para suporte de laboratórios.

Dai a minha pergunta, pra que tirar um conjunto de certificações que o mercado não utiliza a tecnologia ? A resposta é depende, se a sua empresa deseja participar de uma licitação e por algum motivo a mesma possui um campo solicitando x profissionais certificados em virtualização, blz, você já está familiarizado com ambiente Microsoft e tirar mais essa certificação não será tão difícil.

Agora, se você deseja alcançar um novo cargo ou aumento salarial, eu o aconselho a pensar nas certificações VMware, onde mais de 90% das empresas aqui no Brasil utilizam VMware ESX ou vSphere em seus ambientes virtualizados. Não estou puxando sardinha para o lado da VMware, é um simples fato que a tecnologia de virtualização criada por ela possui mais vantagens e benefícios que as tecnologias dos seus concorrentes, Microsoft, Citrix, RedHat, por esse motivo tecnologia de virtualização VMware é mais utilizada, é claro que teremos alguns casos ou exceções, mas você verá uma proporção de 100 máquinas VMware para 1 Máquina Citrix no mercado corporativo para suportar.

As certificações técnicas da VMware não são difíceis de serem alcançadas, o problema é que você precisará participar dos cursos presenciais para depois prestar o exame, e os cursos não são baratos, acima de R$ 3.000,00. Várias empresas vêm fazendo parcerias para ter em seu quadro de funcionários profissionais certificados, VCP, sendo uma excelente oportunidade para aqueles que desejam se especializar em VMware.

Não estou dizendo que vocês não devam tirar as certificações de virtualização da Microsoft pois não irão utilizá-las, porém se estiverem em um momento de decisão para estudar e prestar uma certificação para um fornecedor de tecnologia de virtualização, a minha primeira escolha seria tecnologia VMware.

Compartilhar:

Este post tem 3 comentários

  1. Em outras palavras, se você tirar uma certificação em Hyper-V poderá utilizá-la em uma estratégia de Marketing, mas se quiser seguir em frente em tecnologias de virtualização, uma certificação VMware é o caminho.

  2. Eu tenho interesse nesse mercado de virtualização, mas hoje não trabalho com vmware e fiquei pensando, será que vale a pena investir tudo isso pensando em uma recolocação no mercado nessa área? Você faz o curso, passa na prova, mas não trabalha no dia a dia com o produto, isso te dá suporte para administrar um grande ambiente em produção? Abraços.

  3. Olá galera! É bem isso mesmo, fazer uma certificação e não ter demanda é frustrante, ou seja, não colocar a mão na massa no dia-a-dia, fiz o curso do VI3 Infrastructure em 2008, tentei a prova no começo de 2009 e não passei, na verdade não estava tão preparado para a prova. Depois pesquisei comecei a vivenciar um pouco mais o produto, fiz o curso do vSphere 4.0, aguardadei até então e somente agora estou pra marcar a prova, que já vai ser do vSphere 4.1 – Mas assim, pelo ponto de vista que o Tiago comentou, penso que sempre vale a pena o treinamento e a certificação, afinal de conta estamos falando de uma tecnologia “nova”, e pelo que sei não há tantas certificações no Brasil. Afinal vale estar preparado para oportunidade.
    Abraço a todos! Parabéns Coruja pelo blog – “Eu não estou precisando de insônia, preciso de tempo para atualizar o meu, :-D”
    Fábio Rafael

Deixe uma resposta

Fechar Menu