Nesta última semana, eu tive o prazer de ficar por quase duas horas conversando com o Cezar Taurion, Gerente e Evangelista de novas tecnologias da IBM, ele é o autor do excelente e recomendado livro Cloud Computing Computação Em Nuvem, já comentado aqui.

Conversamos sobre o mercado de TI brasileiro, novas tecnologias e claro, sobre Cloud Computing, o Cezar acabou me indicando um artigo que ele escreveu sobre o futuro do Cloud Computing, artigo muito interessante que demonstra o que o mercado vem usando, migrando e pensando sobre Cloud Computing.

Diversos produtos, serviços e empresas foram criadas para atender a crescente demanda que o mercado vem gerando, devido a essa demanda Microsoft, IBM, Google e outros gigantes investem milhares de dólares na criação de novos Datacenters e produtos voltados ao mercado de Cloud Computing. O que ocorrerá em 2020 com o mercado ?

Há uma série de empresas que ofertam serviços de infraestrutura em Cloud Computing denominado por muitos Iaas (Infraestrutura como serviço), a oferta de servidores virtuais está aumentando e o preço está baixando. empresas começam a contratar não um, mas três ou quatro servidores virtuais de provedores diferentes, mas como gerenciar tudo isso ?

Imaginem uma Software Factory/Fábrica de Software, com suas centenas de projetos e milhares de servidores hospedados em diferentes provedores de soluções Iaas Cloud, como exemplo:

Amazon EC2,  Rackspace, Slicehost, Linode, GoGrid, VPS.NET, Rimuhosting, e Softlaye.

Vendo essa oportunidade foi criada a CloudKick, empresa que tem como objetivo gerenciar e monitorar serviços de IaaS ofertados pelos 8 provedores citados acima.

A CloudKick implementou há pouco um novo sistema de monitoração para ambientes que rodam Apache, Memcached e Cassandra, produtos que fazem parte da maioria das soluções de infraestrutura de empresas como Facebook, Twitter e outras que precisam de alta performance e trabalham no mundo opensource.

A VMware criou um sistema operacional(S.O.) voltado a virtualização, o mercado tornou esse S.O.  uma plataforma a qual é a base para uma série de outros produtos e serviços, e boa parte deles são soluções para Cloud Computing. Cito como exemplo a Xangati, empresa que vende um produto que gerencia o seu ambiente VMware, provendo uma série de informações como:

  • O que a sua VM está fazendo.
  • Quais aplicações estão rodando na sua VM.
  • Com quem e com o que a sua VM está comunicando.
  • Quais aplicações estão rodando na sua VM.

É impressionante na hora que você começa uma simples busca pelo Google por produtos que integram ao VMware vSphere, você recebe dezenas de resultados com outros produtos e serviços, onde muitos deles são soluções completas utilizadas para prover soluções em Coud Computing no mercado, mas que possuem como base a solução da VMware.

Um outro serviço/produto que foi lançado visando a migração de um ambiente virtual, VMware,  foi criado pela CloudSwitch, ele se baseia na seguinte ideia: Imagine que você possui uma infraestrutura totalmente baseada e suportada em VMware ESX, mas você chegou no seu limite de recursos físicos ou precisa rapidamente de um servidor clonado para realização de um projeto ?

A CloudSwitch possui um produto que  propõem migrar facilmente uma máquina virtual rodando em um ambiente VMware ESX para um serviço Iaas provido pela Amazon EC2, a velocidade de migração dependerá do seu link Internet, é claro. Ela também prove o serviço inverso, a migração de uma máquina virtual rodando em um ambiente Iaas Amazon Ec2 para um ambiente virtual ESX, na sua infraestrutura – Produto interessante

Mais detalhes sobre o CloudSwitch no vídeo abaixo:

Vejam que as 3 soluções e empresas citadas acima são de pequeno para médio porte, mas que estão passando por um crescimento exponencial devido a demanda de soluções para atender um mercado cada vez mais heterogêneo de produtos e serviços ofertados em Cloud.

O mercado americano, europeu e asiático devido a crise de 2008, vêm utilizando cada vez mais produtos e serviços em Cloud Computing devido ao aumento da confiança estabilidade e pelo preço. Não podemos afirmar que do dia para noite a sua empresa migrará todos os seus servidores para solução Iaas da Amazon e você será demitido no segundo seguinte que tudo estiver no ar. Isso ainda vai demorar, mas um dia pode acontecer.

Vejo que o mercado voltará a prática da centralização de serviços de TI, como ocorria há 30 anos, isso devido a demanda mundial por espaço em disco, velocidade de processamento e preço. A terceirização de serviços de TI, chamado Outsourcing, já é uma prática adotada por 9 de cada 10 empresas que não possuem em seu core business/foco de negócio em TI. Imaginem então uma empresa que além de fornecer outsourcing, ofertar uma solução completa a qual o contratante só irá pagar por aquilo que utilizar e com fácil escalabilidade, precisou de mais memória ou CPU, você paga pela quantidade do recurso e o tempo utilizado.

Hoje algumas empresas como IBM e HP já conseguem fazer esse tipo de oferta casada utilizando a plataforma da VMware como base de solução de infraestrutura, mas dentro em breve veremos uma solução CloudSourcing e esse tipo de solução ou serviço não demorará 10 anos para aparecer.

Compartilhar:

Este post tem um comentário

  1. Fascinante Gustavo !

    Como os estudantes podem se preparar para se tornarem profissionais de Cloudy Computing ? Esta é uma pergunta que provavelmente os alunos da Federal fariam a vc !

    Abs,

Deixe uma resposta

Fechar Menu