Um amigo jornalista acaba de pedir a minha opinião quanto ao BlackHat São Paulo 2013. É que ele soube que há alguns anos tive uma reunião com o pessoal da UBM Tech, empresa que organiza a este evento em todo mundo, e perguntaram a minha opinião quanto a realização de uma edição brasileira.

Naquela reunião eu disse duas coisas:

  1. Que o ingresso não pode ser caro. Nada de R$ 500,00 para cima
  2. e que chamem pessoas diferentes do cenário de segurança brasileiro e que não realizem eventos com esta temática – me inclua nessa. Tem muita gente boa por aí e que ninguém conhece.

Bom, parece que eles não me ouviram e fizeram a seguinte coisa, na verdade, coisas:

Alugaram uma área no transamérica expo center. Um dos metros quadrados mais caros para eventos do Brasil – já sabem que isso refletirá diretamente no valor dos ingressos, a não ser que eles metam a faca nos patrocinadores, coisa que não acho difícil de acontecer.

E por último, e isso, em minha opinião foi uma burrada descabida – eles chamaram pessoas que já realizam eventos focados em segurança em nosso país, para ser mais exato, em sp.

Vamos ver quem são:

Screen Shot 2013-10-11 at 3.07.17 AM

Nada contra eles. Os caras realizam ou já realizaram eventos legais de segurança no país e atuam na ára.. Massssssss….

Vou deixar em caixa alta para todo mundo entender – TODOS ELES SÃO SEUS CONCORRENTES, O GRANDE UBM TECH, E FAZEM EVENTOS IGUAIS AO SEU. DEU PARA ENTENDER ?

Cara UBM Tech, você não tenha a capacidade de correr atrás de novos nomes, sejam eles provenientes de universidades, centros acadêmicos, estudantis ou do raio que o parta.

Por favor, não façam um evento que é a cópia de outros eventos que já rolam no Brasil… Cacete.. Vcs fazem a BlackHat…

Perguntas UBM Tech:

Vocês chamaram essa galera para ser sócio de vcs ? Se sim, com ônus e bônus, correto ?
Se não, vcs não possuem expertise para fazer evento de segurança no Brasil ??????

E a última pergunta – Pq vocês não fizeram o evento na Campus Party…? Teriam muito mais mídia e patrocinadores.

— wel — E eu que achava difícil alguém conseguir ferrar com um evento de segurança com renome internacional, viu… Só espero que isso não aconteça com a blackhat sp..

P.S.: Vou descobrir o valor da cota de patrocínio, só para saber quantos milhares de reais seriam para colocar uma das afiliadas lá..

P.S.S.: Resposta ao comentário da Laila Duelle, o qual não foi aprovado neste blog já que não há democracia por aqui.

Laila,

Você realmente não sabe o significado da palavra crítica. Vamos a ela:
1. Análise, feita com maior ou menor profundidade, de qualquer produção intelectual (de natureza artística, científica, literária, etc.). = APRECIAÇÃO

“crítica”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/cr%C3%ADtica [consultado em 11-10-2013].

E por fim, a parte que mais interesse. Crítica é feita, escrita e dita, goste vc ou não.

O mais interessante foi a agressão que você fez contra mim, coisa que não aconteceu neste post.

Vou escrever em caixa alta porque tá difícil de explicar as coisas por aqui: EU NÃO SOU HACKER. SOU ESPECIALISTA/CONSULTOR DE MIDDLEWARE. Acho que agora você entendeu, né….

E por fim, não é porque você me pediu para tirar a imagem deles que isso será feito. E os motivos são mais do que claros e de conhecimento jurídico seu, já que és advogada..

P.S.S.: caso as pessoas que aparecem nas imagens se sentirem ofendidas e quiserem a sua remoção, isso será feito imediatamente, mais por contato direito, e não por alguém que escreve um comentário agredindo as pessoas.

De novo – crítica funciona desta forma, queira ou não queira Não gostou, vai lá no seu browser e bloquei o blog…

P.S.S.: Pelos comentários recebidos no facebook, eu vejo que há pessoas que interpretaram da forma correta esta crítica e concordam que:

Precisamos de uma renovação no mercado, seja ela com novas ideias e pessoas.

E que não é porque as pessoas são contrárias as suas ideias q vc é uma pessoa má. Não estou propagando o nazismo, fascismo ou algo contra lei. só uma ideia diferente, mais nada..

Último P.S.S.S.: A Laia, que não é advogada, mandou um outro comentário para este post, o qual foi bloqueado. Ela reclamou e disse que tem direito de se expressar.

Concordo plenamente com vc Laia, mas não no meu blog. 🙂

Compartilhar:

Este post tem 6 comentários

  1. Henrique, em hipótese alguma eu quiser dizer que os brasileiros que estão auxiliando a Black Hat por aqui são más pessoas, pelo contrário. O problema é que é sempre o mesmo formato de evento, os mesmos nomes, em resumo, a mesma panela. É isso que não apoio.
    Temos que dar oportunidade para novos nomes, ideias e pessoas. Não será com eles que isso acontecerá, pois para haver uma mudança destas, precisamos mudar toda a cadeia.

  2. lol, palmas palmas palmas.
    so faltou aqueles emoticons de palmas

    se nao quer ler uma critica, deixa de ver o blog.

    penso assim

  3. Por mim, no evento podia ter pessoas novas e não novas. Afinal de conta não devemos excluir os que já tem renome e experiencia em palestras de S.I.
    @Gustavo agora estou me perguntando: “Se o Alan, Luiz Vieira e os restantes do teus amigos fossem os palestrantes, tu irias fazer a mesma critica?”

  4. Sim, crítica é crítica e serve para todos os lados.

Deixe uma resposta

Fechar Menu