Muitos que trabalham com perícia forense utilizam técnicas de recuperação de dados, dados esses que foram deletados ou suas unidades de armazenamento foram formatadas. A criptografia de discos e pastas consegue inibir os curiosos e os indesejados, mas e quando queremos nos desfazer de um equipamento, seja por tempo de uso, defeito ou venda ?

Muitos apelam para um simples delete ou formatação, mas há uma série de ferramentas, como o easy recovery, que conseguem recuperar estes dados facilmente.

Para coibir este tipo de ação, listo para vocês um conjunto de ferramentas capaz de apagar “para sempre” os seus dados:

  1. Hanjian File Bomb
  2. Shred It! – Search and Destroy
  3. DeleteAll
  4. Dustbin
  5. Eraser
  6. Rumie

Vejam que todas as ferramentas listadas acima servem para o mundo windows.

Há uma série de outras ferramentas que muitos peritos, analistas de segurança e de suporte utilizam para garantir que uma informação seja apagada definitivamente.

Eu já conheci casos em que um HD era formatado em FAT32,  depois EXT3 e por último com outro tipo filesystem para que não houvesse forma de recuperar os dados.

Uma dúvida que tenho é quanto a recuperação de dados formatados da forma que eu citei acima, é possível ? Nunca vi ninguém recuperar um HD com este tipo de formatação.

Vejo muitas propagandas na infoexame de algumas empresas dizendo que conseguem recuperar qualquer tipo de dado, em qualquer tipo de filesystem. Se isso for possível, é mais um motivo para utilização da criptografia em pastas e HDs.

Leiam também o excelente posto do I/O Tecnologia sobre como deletar de forma segura os seus arquivos.

Compartilhar:

Este post tem 5 comentários

  1. Outra opção, antes de deletar o arquivo, seria comprometer a integridade do mesmo. No Linux, temos o shred (não testei o “Shred It! – Search and Destroy” que você cita no artigo) que com a opção “-u” remove o mesmo.

    Abraços!

  2. Já fiz vária gambiarras para apagar algumas coisas que fiz in dark side…. gambiarras loucas como formatar um memory stick depois preencher o mesmo com um único arquivo criptografado…até no talo…

    (claro, eu não faria isso com um HD de 500gb… =D)

    Funcionou, ao menos os programas mais conhecidos de recuperação de dados não achou nada… como get data back e easy recovery… na época.

    O shred que o amigo acima disse também é ótimo, ele fica “escrevendo” no espaço onde foi armazenado o arquivo, com dados aleatórios… quanto mais tempo você deixar ele escrevendo no espaço ocupado pelo arquivo que foi deletado, fica mais dificil de ..recuperar.

    ótimo post, uma alternativa pra quem não usa criptografia nos seus hds.

  3. Não entendi.. vc está dizendo que a mundo tecnológico foi a fonte desta notícia ?

Deixe uma resposta

Fechar Menu