Post editado pelo autor do blog.

É pessoas, parece que SP será jogada a pura sorte a partir do dia 11 deste mês, estou falando de junho. Vou explicar o porquê.

A OAB-SP, no caso os seus funcionários, entraram em greve por causa de um acordo não firmado quanto ao aumento proposto por seus colaboradores no valor de 10%. Isso já está causando transtornos a diversos advogados e profissionais que dependem da instituição para trabalhar.

Para piorar a situação, a PM-SP se juntou a Polícia Civil, daqui, é claro, e agendou para o próximo dia 11 de junho, uma paralização, forma educada de chamar de greve.

Minha opinião quanto à GREVE: Sou contra porque no final elas causam mais transtornos a quem não tem nada haver com o assunto, que somos nós, a população.

Fontes: funcionários da própria OAB e das polícias desta grande cidade.

Este pot foi editado devido a comentários, e com razão. Desculpem-nos pelos problemas.

Compartilhar:

Este post tem 3 comentários

  1. Apoio a paralização, claro que causará transtornos, mas temos que lembrar que estas pessoas ganham um salário de m*rda para colocar a cara na frente de tiro. E outra, já tava na hora da Segurança Pública em São Paulo ter uma “revolução”, pois só piora!

  2. quando a pm fazer greve ai sim SP para, TODAS eu digo TODAS ocorrências são atendidas pela PM, desde o acidente de veículos a homicídios o primeiro atendimento é da PM, mas a pm não pode fazer greve.

    Sp quase parou quando os distribuidores de combustiveis fizeram greve.

Deixe uma resposta

Fechar Menu