Nesse último final de semana, eu ouvi uma nova classificação para os profissionais de TI: AOG e POG Administrador orientado a Google e Programador orientado a Google.

Os orientados a Google são os jovens profissionais que aprenderam desde cedo que não precisam se esforçar e pensar. Tudo está disponível no Google, de forma simples, explicada e em todos os idiomas (que o google translator já traduz).

Pesquisar, estudar e entender de fato o porque das coisas é algo desnecessário, praticamente uma perda de tempo, e é por este motivo que grandes empresas de TI estão tendo sérios problemas para contratar bons profissionais. Tem muita gente que não sabe o básico do básico.

Li uma reportagem onde professores do ensino médio obrigam os seus alunos a entregarem os seus trabalhos escritos de próprio punho, tudo para forçar o malandrinho a ler aquilo que ele achou no Google ou no Wikipédia. Os professores acreditam que neste processo o preguiço, ou melhor o aluno, irá absorver a informação. Será mesmo ?!

Isso me remete aos profissionais que participam de algumas palestras de segurança mais avançadas e reclamam que não entendem nada. Não é culpa do palestrante que gastou centenas de horas analisando ou pesquisando uma determinada tecnologia e lendo diversos livros. É culpa do profissionais que estão assistindo o evento e que nunca levaram a sério os seus estudos. — Isso vai gerar um outro post — 🙂

O ponto que eu quero chegar é o seguinte:

Há centenas de vagas de emprego (bem diferente de trabalho) por aí, mas não há profissionais especializados e preparados para ocupá-las e isso não é por causa da Google, mas sim da preguiça humana e também há dezenas de profissionais que não conseguem um bom emprego e culpam o mercado, mas esquecem que precisam estudar para melhorar uma coisa básica, o seu conhecimento.

Compartilhar:

Este post tem 10 comentários

  1. Disse tudo e mais um pouco…

  2. Estou a 4 meses para contratar um administrador de redes linux / windows e não encontrei.
    Toda entrevista realizada é uma decepção.
    Não sou exigente, preciso apenas de pessoas interessadas e não acho.
    Na região de Cotia, o valor CLT com todos os beneficios são de R$ 4.000,00 e não encontro.

    Se for para pesquisar no google, contrato um macaco.

  3. Cara excelente post!! adorei sua opinião a respeito da nova geração Googler!

    Realmente, a juventude cada vez mais se acomoda com as coisas que são facilmente achadas no google, ou melhor na internet em geral. E sobre a ausência de profissionais qualificados, infelizmente fazem com que algumas empresas no desespero acabem contratando um meia-boca para quebrar o galho e depois despedir.

    E achei interessante sua citação: “Há centenas de vagaas de emprego (bem diferente de trabalho)”.

    Há uma grande diferença entre trabalho e emprego, que na minha opinião, trabalho é o que as empresas exigem dos profissionais, mas são poucos os que realmente querem trabalhar, pois na verdade eles buscam mesmo estarem apenas empregado em uma empresa.

    Mais uma vez parabéns pelo post!

  4. Na minha humilde observação, pude notar que ninguém lembra da época em que vivíamos em cima de livros, onde tudo estava explicadinho ou não explicava nada(igualzinho ao google), porém ou eram pagos valores altos ou cometíamos crime contra a propriedade intelectual e o direito de autoria(Xerox).

    Acredito que independente do meio em que as pessoas procuram para obter conhecimento no mínimo terão que filtrar as informações, realizar analogias, buscar opiniões. Fazendo isto conseguimos encontrar muitos conteúdos de extrema relevância intelectual independente do meio de pesquisa.

    Agora desculpe-me pelo meu ponto de vista, mas vejo que o mercado procura pessoas que resolvem os problemas, independente do meio, de forma correta e profissional.

    Abs.

  5. Gustavo , muito bacana o post .
    Eu ainda estou iniciando minha carreira em Ti , tenho 19 anos e comecei meus estudos na área . Realmente e muito cômodo procurar a resposta no google , e muitas vezes nem o trabalho de ler o artigo explicando sobre o problema o cara quer ler , somente quer instalar o programinha ou rodar o comando pra ficar livre daquilo logo .
    Eu me esforço para tentar ao menos entender o problema , pra tentar achar a solução, já que da pra aprender muito com isso. As vezes admito que realmente me rendo ao google , e tento resolver aquilo logo , sem tirar muito proveito daquilo que li , e consequentemente sem aprender muito.

    Acredito que a leitura de livros , principalmente para profissionais desta área e vital . Só acho uma pena os livros aqui no Brasil de TI ser tão caros , e eu como estudante quebrado ( ahuauau, ainda fico rico) não conseguir comprar . Infelizmente ainda não sou muito bom no inglês para poder comprar livros la de fora , que tem um preço super baratos .

    T+

  6. É do ** cair da bunda toda vez que faço algum questionamento e a pessoa simplesmente responde: Sei lá, só sei que se mudar para de funcionar, copiei de tal lugar e funcionou… A pessoa não se dá ao trabalho nem de ler os comentários de quem desenvolveu ou configurou qualquer dispositivo ou aplicação…

    POG também tem por definição Programação Orientada a Gambiarra

  7. Gustavo, se possível, tente reler o texto, tem alguns erros de português, nada pessoal, é só pra ficar melhor a leitura.

    []s

  8. Valeu. consertei uma coisa outra. Se vc achar algo, avise-me, por favor..

  9. Concordo plenamente com o post.
    Mas isso é só mais uma tendência global, já que o computador
    veio como uma prótese cognitiva, o nosso cérebro só está se
    acostumando a fazer acesso a uma memória esterna 😉

    Não acho que vá melhorar daqui pra frente =P

    Mais uma vez, ótimo post!

    Abç povo

  10. PQP

    EXTERNA*

Deixe uma resposta

Fechar Menu