Um Hype Cycle é uma forma gráfica de representar o ciclo de adoção de novas tecnologias.

O termo foi criado pelo Gartner em 1995 e até hoje é utilizado tanto por fornecedores e consultorias como por organizações que adquirem novas tecnologias . Basicamente o hype cycle caracteriza o exagerado entusiasmo inicial e subseqüente desapontamento que tipicamente acontece na introdução de novas tecnologias. O gráfico abaixo que carcteriza o hype cycle mostra o ciclo de adoção que vai desde um estágio inicial de euforia , passa por um momento de pouca visibilidade e entra no plateau de produtividade quando o uso da tecnologia pela organização passa a ser interessante. Este ciclo pode levar alguns anos e algumas tecnologias também podem nunca alcançar o plateau de produtividade.

As cinco fases de um hype cicle são descritas abixo :

Technology Trigger — È a primeira fase do hype cycle, quando a nova tecnologia gera grande interesse da mídia e da sociedade. É a fase atual do Cloud Computing.

Peak of Inflated Expectations — Nesta fase é gerado um entusiasmo exagerado, bem carregado de expectativas não realistas. É uma mistura de aplicações com sucesso e decepções. É a fase do “não é lá estas coisas todas” . Lembram-se do e-business ?

Trough of Disillusionment — Essa fase é a fase da desilusão. Ela ocorre porque a nova tecnologia não consegue atender toda a expectativa criada. Muitas vezes a imprensa deixa de falar sobre a tal tecnologia pois ela fica “fora de moda” e não da mais ibope.

Slope of Enlightenment — Nessa fase, apesar do desinteresse da imprensa, a nova tecnologia continua a ser experimentada e até adotada em alguns negócios. É a fase “eu acho que está dando certo para esta determinada finalidade”.

Plateau of Productivity — A tecnologia alcança o “platô de produtividade”. Ou seja, ela passa a ser aceita de forma abrangente, se torna mais estável e já se vislumbra uma geração seguinte desta tecnologia. A curva final do platô pode variar em função da aplicação da tecnologia, que pode ser abrangente ou específica para algum segmento de mercado.

As grandes organizações em geral conhecem os Hype Cycles e adotam muitas vezes uma postura de prospecção tecnológica que considera também o hype cicle e assim priorizam um melhor conhecimento da nova tecnologia para posterior decisão de uso. Na verdade, boa parte das organizações, tenta se proteger do Hype Cycle, partindo para o uso da tecnologia já em um estágio que permita obter produtividade .

Onde estaria o cloud computing?
Segundo o Gartner o Cloud Computing estaria se aproximando do topo do hype cicle. Para pequenas e médias empresas a opção já faz sentido mas para grandes corporações alguns aspectos técnicos, operacionais e financeiros relativos ao modo de pagamento precisam ser resolvidos. O Gartner sugere que os CIOs devem focar nos blocos de construção e colher os benefícios da virtualização de servidores e storage, operações de rede e outros blocos críticos antes de pensar na Cloud Interna.

A Bola em Vermelho é onde Cloud Computing está no momento.

O excelente texto acima foi tirado do blog datacenter10 mantido pelo DR. Manoel Veras.

O Gartner é um instituto que apresenta uma séria de relatórios, quadrantes e pesquisas que norteiam o mercado de TI. Seus pesquisadores vão a fundo nas informações e colocam de forma objetiva aquilo que ocorrerá no mercado nos próximos anos e até mesmo, próxima década.

Como tenho dito nesse blog, eu acredito que Cloud Computing é uma tecnologia que veio para ajudar, mas os executivos devem analisar, estudar e decidir qual tipo de serviço em Cloud será melhor utilizado pela sua organização. Vejo que universidades e empresas de mídia em geral vêem utilizando o serviço GMail business com sucesso, devido a qualidade do serviço e seu preço.

Eu vi o início do entusiasmo do mercado com BPM(Business Process Management) e o fim do entusiasmo.

Veremos nas cenas dos próximos episódios para Cloud Computing.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

Fechar Menu