Kali Linux 2.0 foi lançado

Tags: , , , ,

De cada 10 aspirantes a analista de segurança, 1.000.000 desejam se tornar pentesters (sim, uma coisa não tem haver com a outra).

Para isso, estes carinhas deverão estudar, e muito, uma série de termos, tecnologias e saber mexer no kali, distribuição linux focada em segurança, e que acaba de ter a versão 2.0 sendo liberada para o universo conhecido e que acessa à internet.

Vejam a lista das features que foram lançadas nesta nova versão do Kali:

  • Runs on Linux kernel 4.0,
  • use full Gnome 3 Desktop instead of gnome-fallback,
  • improved hardware and wireless driver coverage,
  • support for a variety of Desktop Environments,
  • updated desktop environment and tools,
  • Featuring new cutting-edge wireless penetration tools,
  • Kali Linux now added desktop notifications, so that you do not miss anything,
  • Support Ruby 2.0, which will make Metasploit will load much faster,
  • Kali 2.0 added inbuilt screencasting tool so that you can record desktop.

Um vídeo falando um pouco a respeito da evolução do Kali:

Kali 2.0 Teaser – Kali Sana! from Offensive Security on Vimeo.

Dai vem a má notícia:

Sadly, Kali team has removed the Metasploit Community and Pro packages. Instead, now just offers open-source Metasploit-framework package pre-installed.

Sim, vc terá que instalar manualmente o Metasploit em seu Kali, e para isso, vc terá que instalá-lo em uma VM. 🙂

Para realizar o download desta distribuição, basta clicar no seguinte link e selecionar a melhor arquitetura.

Atualização: Pois bem, o metasploit community vem instalado na versão VM do kali 2.0 que acabei de testar. 🙂

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

COMENTÁRIOS

5 comentários em “Kali Linux 2.0 foi lançado

  1. Gilson

    O Metasploit Framework já vem instalado, não precisa instalar novamente e dar pra usar. Lembrando q a Framework é a versão free.

  2. Fail!

    O uso demasiado de memória, principalmente na versão 64bits, faz com que o sistema não tenha a estabilidade das demais versões… Metasploit Framework usando mais de 2gb para rodar foi ridículo. O mesmo vale para o Java, usando mais de 3gb! Absurdo.

  3. Gustavo Lima

    fail, infelizmente isso é uma tendência de uma série de aplicativos disponíveis nos dias de hoje. Com a proliferação de máquinas com mais e mais memória, desenvolvedores vêm criando seus programas com uma maior utilização de memória. O lado positivo disso é que diversos programas acabam executando mais atividades e suas funcionalidades são melhoradas.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

MENU