O mercado de TI de SP é impressionante. Conheço profissionais que se realocaram após um desligamento/demissão em poucas horas, e sem a incrível rede de contatos, só atualizando o CV (currículo) na Catho e na Apinfo.

A coisa aqueceu e muito de 4 anos para cá. Cresceu a procura por profissionais e há escassez daqueles que sabem realmente resolver os problemas dos outros, somado a isso, tivemos a abertura de grandes escritórios como Facebook e Google.

A velha e conhecida frase “Quem é bom não fica desemprego” virou uma lei em SP/Capital para aqueles que trabalham com TI. Mas infelizmente os jovens profissionais ainda contam com dificuldade na procura do seu primeiro trabalho com TI.

Alguns devem ter percebido que falei trabalho ao invés de emprego pelo simples fato que no início, caros leitores, vocês devem ralar, sofrer e comerem, um pouco, o pão que o diabo amassou. Só assim que vocês terão o tão e sonhado conhecimento. Nunca deveremos nos esquecer da segunda lei do profissional de ti “Só o stress constrói” .

Por isso que eu sempre indico para o pessoal que está começando buscar o estágio ou “trampo” no local onde eles serão mais explorados e mais cobrados, mas em contra partida, eles aprenderão de verdade.

E para vocês quem estão começando e não sabem por onde conseguir o tão sonhado trampo e emprego, apresento-lhes um conjunto de dicas:

Estudar – trabalhamos com algo parecido com a medicina. Tecnologia é mutável e envelhece rápido.

Fale e leia em inglês – há empresas que só contratam profissionais que falam e escrevem em inglês.

Invista na coisa mais importante que existe no mundo, você ! – façam cursos que agregam valor e que tenham um bom custo x benefício. Me arrependi amargamente de ter feito os cursos SAP — nunca mexi com aquela droga, espere aí, mexo sim, para lançar horas trabalhadas no trampo, e só.. Então vai a dica, façam cursos que lhe fornecerão conhecimento suficiente para vocês arrumarem um emprego.

Espero que eu tenha ajudado de alguma forma.. 🙂

Compartilhar:

Este post tem 13 comentários

  1. Bom, essa semana consegui um trampo aí em SP, mas para trabalhar aqui na minha cidade, São José dos Campos!
    Tô bem feliz, porque o salário é bom e não vou ter esse stress de São Paulo!
    =)

  2. o problema é quando falta money para se adequar, mas sempre da um jeitinho. Consegui o meu primeiro emprego agora (na vida e em TI) aos 20 anos fazendo um curso oferecido pela empresa antes da contratação. Valeu a pena, agora posso investir mais.

  3. Lembra quando fizemos a academia SAP? rsrssrsrs até tirei a certificação…. nunca mais usei nada… dinheiro jogado fora.

  4. Gustavao, parabéns pelo blog. Muito bom. Diante do post vou fazer aquela velha pergunta. Quais as certificações na área de segurança que realmente melhoram o currículo?
    Abraço.

  5. Experiência é muito importante, mas o CISSP e o CEH são bem importantes e reconhecidas

  6. Por isso que tô migrando pra são paulo quando estiver com uma qualificação boa (inglês fluente). Não sei a situação em relação ao mercado de TI aqui no Ceará, mas acho que em São Paulo somos mais valorizados.

  7. Sou do interior de São Paulo, trabalhei dois anos com suporte e manutenção coisa de empresa não muito grande, que te ligam para falar que o ar-condicionado queimou.
    Faz um ano, comecei a usar Linux, em novembro sai de onde trabalhava para uma outra empresa para lidar com Linux(não muito afundo), e continuar com suporte e manutenção.
    Mas o bacana que neste, eu “brincava” e aprendia muito com máquinas virtuais e redes, e quase consegui substituir o ISA da empresa.
    Faz dois meses mudei de empresa, nesta trabalho puramente com suporte em Firewall, servidor de e-mail, anti-spam, o que acaba sendo bem mais específico, aprendo muito de redes, e dou suporte pra profissionais da área, o que é bem mais difícil.
    Estou muito feliz, mas tenho que dizer, se não fosse o Linux, blogs e eventos de segurança, eu ainda ia estar passando cabo de rede e falando pro usuário digitar “C” de Charlie “M” de Mike e “D” de Delta, para poder abrir o prompt para me passa o IP.
    Nada contra quem faz isto, mas é que hoje fico feliz por trabalhar com redes, e pouco voltado para segurança.

  8. É… ainda to na primeira parte. rs
    Mas já estou investindo em cursos pra poder ir logo pra área que quero, que é a de redes.
    Enfim, o objetivo é realmente sair aqui do interior do Paraná daqui um tempo, por que aqui T.I ainda é visto como “despesa” na maior parte das empresas..

    Muito bom o blog, esse tipo de poste realmente ajuda quem está começando na área 🙂

  9. Trabalhar em sp e meu sonho, estou estudando inclusive no curso de Virtualização & Cloud Computing à distância do gustavo para me especializar. Tenho a certeza que trabalhando em sp me aprimorarei e muito, a unica coisa ruim, é o custo de vida ai. O salario que ganho aqui no rj, nao conseguiria viver com a mesma tranquilidade. Mas so estou esperando a proposta certa pra poder ir.

  10. Bom eu sou freelancer, pretendo mudar pra Sp também, tirar de cara as certificações que o gustavo citou;

  11. Sempre comparo ti com medicina.
    O que deixa doido é que pessoal de medicina ganha bem mais.

    Ok, meidicina cuida de vidas.
    Mas TI cuida do futuro do mundo. Essa é a verdade.

    Por tráz de toda descoberta em física, mapeamento de DNA, previsões de bolsa e até armas de guerra, TI está lá fornecendo infra, sistemas e suporte para gerenciamento dos documentos oficiais.

    Nunca vão lembram que o futuro está sendo erguido em tijolinhos de bits.

  12. Olá pessoal.
    Em São Paulo, existe algumas agências ou centros de trabalho para colocação neste mercado, ou seja, qual a melhor forma de conseguir um trampo em TI em SP…

    A Catho funciona?????

    Abraços…
    Grato

Deixe uma resposta

Fechar Menu