Neutralidade da Internet – FCC vs Empresas de Telecon Americanas, Fight!

Tags: , , , , , , ,

A votação foi acirrada quanto a nova regulamentação da Neutralidade da Internet nos EUA, 3 x 2. O texto completo com todos os pontos do que é e do que não é permitido escrito pelo FCC não saiu ainda, mas algumas operadoras já colocaram as suas mangas de fora. O mercado de Telecon dos EUA está ansioso pelo texto para saber se poderá se aproveitar da sua extensa malha de dados e usuários.

Muitos analistas dizem que a FCC dará um jeito na zona que estava rolando, veremos.

A Verizon e a Google tinham apresentado uma proposta de neutralidade que não foi bem aceita pelo mercado, ela neutralizava uma parte da rede, a de dados via cabo e controlava totalmente a via wireless.

O mercado americano é controlado por grandes empresas há décadas, mas desde o surgimento da Internet muitos acreditam na neutralidade, porém as grandes empresas de Telecom utilizam a sua malha de dados para promover seus produtos e parceiros, degradando o acesso a empresas e produtos concorrentes. Tem também o caso de bloquear totalmente o tráfego de seus usuários as redes indesejadas, P2P e streaming, e isso foi a gota d””água para muitos americanos. A operadora Comcast havia declarado que faz o uso de equipamentos de rede para o controle da banda de seus usuários e quando detectada uma rede P2P, ela reduz automaticamente a velocidade de conexão, parece uma velha história do que acontece aqui no Brasil.

É fácil entender essa atitude das operadoras em controlar redes P2P e streaming, quem aqui trabalha no suporte de redes em uma empresa e algum usuário ligou um utorrent ou emule, isso sem falar em ouvir rádios online ou assistir um jogo de futebol ? A rede simplesmente fica lenta, muito lenta. Eu lembro que na Copa do Mundo era praticamente impossível trabalhar nos primeiros jogos da seleção brasileira, até que fomos obrigados a bloquear uma série de sites relacionados ao streaming dos jogos.

Se uma empresa tem problemas, imaginem então uma operadora?

Porém, operadoras possuem muito dinheiro e uma banda de Internet quase infinita, então por que bloquear ou controlar o acesso de seus usuários ? A resposta é lucro, se eu controlo a velocidade de acesso de um usuário e o que ele está baixando, eu posso criar tarifas mais caras para os heavy users. Várias operadores brasileiras utilizam dessa prática, uma simples cópia da prática americana.

As operadoras e grandes empresas de TI utilizam equipamentos de redes que controlam protocolos da Camada de Aplicação e Rede, tendo assim a capacidade de dizer qual protocolo ou ip possui prioridade no tráfego ou não. As empresas que mais oferecem esse tipo de equipamento são a Packeteer e a  Bluecoat. Eu já trabalhei com os equipamentos da primeira empresa e posso afirmar que são eficientes.

Veremos as cenas dos próximos capítulos.

P.S.: estive lendo que a Google está querendo vender links Internet, para quem não sabe, o maior custo de uma empresa como a Google está na contratação de Links, correto?, se ela possui cabeamento e links próprios, ela aumentará o seu lucro. 🙂

VEJA TAMBÉM

Exploit para explorar a vulnerabilidade do Apache mod_proxy Reverse Na semana passada, eu escrevi um post comentando sobre a nova vulnerabilidade que alguns pesquisadores de segurança haviam encontrado em um dos módulos mais utilizados do o apache o mod_proxy. Diverso...
Digital Ocean – o hosting que eu confio Há mais de dois anos que o blog é hospedado na DigitalOcean, e querem saber quantas vezes eu tive problemas com eles ? 1, onde a culpa foi o ataque DDoS que sofri. Fora isso, mais nada. Além dis...
Um DVD para quem quer aprender segurança em redes Wireless O pessoal do SecurityTube.net acaba de disponibilizar um DVD contendo mais de 40 vídeos em alta definição explicando como hackear redes Wireless. Os vídeos vão desde o básico até o avançado, são total...
COMPARTILHE ESTE ARTIGO

COMENTÁRIOS

3 comentários em “Neutralidade da Internet – FCC vs Empresas de Telecon Americanas, Fight!

  1. victor nunes

    A deformação da rede, como consequência gerará apenas mais utilização de ferramentas de criptografia e outras que mascaram a informação/protocolo utilizado.

  2. Ricardo Carvalho

    diffserv nos pacotes pra diminuir a latência de transferência em alguns casos já seria uma forma de negar a tal neutralidade de rede, não?

    Há também a possibilidade de que as empresas simplesmente resolvam criar redes paralelas que não seriam acessíveis por IPs da Internet, e oferecer esse serviço como prêmio pra alguns protocolos que necessitam de baixa latência, também seria outro caso onde a idéia de neutralidade falharia, não é?

    Posso parecer cínico, mas francamente não vejo com bons olhos a ideia de que vídeos de gatos no Youtube devam ser transmitidos com mesma prioridade do que informações sobre transações no mercado financeiro por exemplo.

    Obviamente, usuários mais experientes podem simplesmente criar soluções de VPN em cima dos protocolos prioritários, mas acho que pra onde a coisa caminha a melhor saída seria manter um tipo de status quo, onde a regulação seria a menor possível e onde o usuário comum não deveria ter de pagar a mais para usar os serviços mais comuns com uma excelente qualidade, HTTP, XMPP (o Google usa muito isso) e alguns outros.

    Francamente isso é só uma opinião, não entendo muito da área e nem das complicações legais e comerciais disso, alguém me recomendou um livro[1] mas ele é bem caro.

    [1]: http://www.amazon.com/Technical-Commercial-Regulatory-Challenges-QoS/dp/0123736935

  3. Hecton

    Esse assunto é mesmo muito interessante e provoca uma guerra louca.

    Lembro quando bloquei uns sites de videos safadinhos que meu chefe estava vendo, matando minha rede toda… (o cara tacava 5 abas do firefox todas carregando video isso umas 10x por dia)…não deu outra, dei um ban nele… correu na minha sala pra falar
    abobrinha.

    “Hecton, porque você negou acesso aquele site ?”
    –“Porque estava prejudicando o acesso aos outros colaboradores”
    “Mas a empressa é minha!” –“Mas quem administra a rede sou eu, quer que eu faça o serviço direito ou não?”

    haha ficou sem falar comigo uns 2 dias…. tsic tsic… mas fui bonzinho com ele… liberei 2 horas no horário do almoço e configurei um shaper pra 30kbps pra estação dele. haha

DEIXAR UM COMENTÁRIO

MENU