Você por acaso já ouviu falar em Nginx, um web server desenvolvido por um russo, e que está colocando no chinelo o IIS e o Apache? Já comentei sobre esse carinha diversas vezes no blog, e posso garantir que ele é um dos melhores web servers existentes no mercado.

A comparação do Nginx junto ao Apache é bem simples e me lembra uma frase:

“Apache is like Microsoft Word, it has a million options but you only need six. Nginx does those six things, and it does five of them 50 times faster than Apache.” – Chris Lea.

Isso é pura verdade, e com alguns simples testes você pode verificar a superioridade quanto à performance do Nginx. Mas ele possui um ponto fraco: a falta de módulos, coisa que o Apache possui e a rodo.

O Pingdon fez um interessante gráfico que demonstra a comparação entre os principais web servers utilizados no mercado. Vejam só:

Trabalho com Nginx há 3 anos e posso dizer que gosto mais dele do que o IIS, mas ele ainda não conseguiu superar o Apache por causa dos módulos. Uma coisa que fazemos constantemente é colocar o Nginx de frontend, respondendo pela TCP 80/HTTP, e o Apache fica de backend, respondendo pelo 8080 para as aplicações que só rodam via módulos.

Mas há o mundo ideal, quando você coloca o Varnish como frontend, respondendo pela TCP 80/HTTP, Nginx e o Apache como backend, respondendo em portas distintas e escolhidas por você. A performance de um ambiente configurado como uma arquitetura igual a essa é impressionante, além de ser robusto.

Se você ficou curioso em saber como funciona o Nginx, deseja testá-lo e estudar mais a respeito, aí vão algumas dicas:

  • Há dois livros publicados pela PackPublishing, os quais já li e recomendo. Eles estão à disposição no velho e conhecido Wowebook
  • Segundo e último, eu estou montando uma turma para março ou abril, para que possamos falar só sobre Nginx e Varnish. Mais detalhes serão anunciados nos próximos dias.

 

Compartilhar:

Este post tem 5 comentários

  1. Adeus Microsoft 😀

  2. “Mas há o mundo ideal, quando você coloca o Varnish como frontend, respondendo pela TCP 80/HTTP, Nginx e o Apache como backend” – Um EAD sobre isso será muito bem vindo!!

  3. Isso já está sendo providenciado – hehehe

  4. apache, nginx e varnish é uma otima combinação desde que você não coloque o nginx e o varnish na mesma máquina

  5. Adriano, é um ponto que pode ser discutido – eu não vejo problemas em colocar o nginx e o varnish na mesma máquina, desde que ela possua recursos suficientes para suportar ambos..

Deixe uma resposta

Fechar Menu