O botão que desligará a Internet ?!

Tags: , , , , , , , , ,

Conselheiros do governo norte americano defendem a aprovação de uma Lei que tem como objetivo: Desligar a Internet em casos de ataques terroristas, no caso, ciber-terroristas.come

É de conhecimento de vários profissionais de segurança da informação que a rede de dados americana, sofre e muito, ciber-ataques todos os dias. Vários deles são maus sucedidos, mas quando funcionam, causam sérios danos. Quem não se lembra do ataque chinês cometido em mais de 20 empresas no ano passado ?!

O governo americano não está errado em se preocupar, mas chegar ao ponto de desligar o acesso à Internet no continente é demais. O fato é que muitos órgãos governamentais dos EUA possuem redes e computadores pre-históricos. Exemplo disso é que o ônibus espacial, o qual está se aposentando, ainda funciona com disquetes “5 1/4”.

No ano passado, saiu uma reportagem no The New York Times que falava sobre a fragilidade das redes de dados que ligam diversos órgãos governamentais dos EUA. Havia casos de redes entre usinas nucleares serem completamente desprotegidas.

Há um projeto sendo tocado nos EUA que tem como objetivo centralizar todos os datacenters do governo, além de dar um belo upgrade na rede de dados, pois foi descoberto que boa parte destes datacenters possuem funções redundantes. O projeto tem fundamento, mas não tem recursos, daí a necessidade de migrarem boa parte de seus serviços para Cloud Computing.

Um ponto importante e que eu preciso mencionar é que se o governo dos EUA resolver, um dia, desligar o acesso à Internet, mesmo que seja de uma determinada região ou rede, milhões de usuários em todo o globo serão afetados, já que a maioria dos serviços e servidores acessados em todo o mundo ficam hospedados em solo americano.

Tecnicamente, executar este tipo de operação não é tão simples, isso porque há uma série de redes de fibra óticas, redundantes, que garantem o tráfego de dados nos EUA, bem diferente dos países do oriente médio.

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

VEJA TAMBÉM

Estatísticas de ataques DDoS Acabei pegando este artigo do amigo Anchises e tenho mais alguns dados para acrescentar.. Dois relatórios divulgados há pouco tempo pela Kaspersky e pela Prolexic trazem algumas informações relevan...
Metrô de SP com problemas mais sérios do que paralisâ-los graças a um computador Escandâlos mais sérios estão vindo a toa quando o assunto é o metrô do Estado de SP e suas ramificações. Há poucos dias saiu uma excelente reportagem na Carta Capital - me tornei assinante - com o tít...
Você quer conhecer um dos maiores eventos Hacker do planeta, a DEFCON? Pessoal, no dia 28 de janeiro, acontecerá a primeira edição do HackingDay, um evento que tem como objetivo "disseminar o conhecimento de técnicas de ataque e defesa" - tudo isso feito por profissionai...
COMPARTILHE ESTE ARTIGO

COMENTÁRIOS

5 comentários em “O botão que desligará a Internet ?!

  1. Edson Soares

    Engraçado é pensar.
    As redes foram criadas para operar em quaisquer circunstâncias, encontrando o melhor caminho…

    rsrsrs

  2. Roberto (espreto)

    “Há um projeto sendo tocado nos EUA que tem como objetivo centralizar todos os datacenters do governo…”

    Isso me lembra o filme Die Hard 4.0. 😛
    Muitos desses conselheiros não tem conhecimento sucifiente para entender a gravidade, caso essa media seja aprovada.

  3. Vinicius Santana

    sem a rede e a infraestrutura da rede norte-americana, axo que a internet mundial iria sobercarregar em uns 40min de horario de pico

  4. Bruno

    Pelo pouco que entendo de redes acho isso muita apelação, todo mundo sabe que a internet é a grande rede porque é a união de várias redes inclusive de países diferentes sendo assim esse “apagão” seria às avessas…

    Claro que muitos serviços e links são provenientes da terra do Tio Sam mas isso não impediria um terrorista de comunicar-se pela Web.

  5. Edson Soares

    Mas a idéia aqui não é deixar o terrorista off-line, mas sim ficar dentro de uma ilha…
    Tipo, o mundo que se dane, nossos serviços internos estão disponíveis, mais ou menos isso.

    Vai haver algumas dificuldades no princípio, porque as redes foram concebidas para “nunca” parar ou perder a conexão, os pacotes saem por aí, procurando os caminhos…

    Mas veja que não é impossível, com uma ordem governamental, redirecionar ou baixar as rotas, veja o caso do Egito.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

MENU