Várias pessoas que participaram do Web Security Forum vieram até mim e contaram que descobriram uma nova área de TI, fascinante e que não imaginavam que era assim. Muitos acreditavam que hackear sistemas, servidores e redes era um ato quase que divino e somente pessoas altamente capacitadas possuíam conhecimento para tal.

No Web Security Forum, eles viram que não precisam de tudo isso, e mais, eles perceberam que a minha teoria é válida: “Depois que criaram o Google, o Wikipedia e o Youtube, até a minha avó sabe hackear”.

O fato é que o acesso à informação ficou muito mais fácil e rápido. Temos acesso a milhares de artigos, livros e tutoriais, sejam eles para utilizar o Word ou para invadir uma rede. As pessoas compartilham as suas ideias e os seus feitos via Facebook, Twitter ou blogs.

Mesmo assim, muita gente ainda se assusta com a capacidade que alguns indivíduos possuem em “quebrar o sistema”, seja ele um roteador, um site ou um programa. Depois do evento, eu ouvi de vários participantes a seguinte frase: “Depois dessa palestra, eu descobri que eu não sabia nada sobre programação, sistemas ou rede, menos ainda sobre segurança.” As pessoas não imaginavam que é possível quebrar uma rede, em poucos minutos, utilizando um pendrive de 4GB e muitas destas façanhas, primeiramente, são apresentadas em eventos de segurança, como o Web Security Forum.

Eventos de segurança da informação são únicos por reunir profissionais com a mesma paixão e vontade de realizar algo que ninguém havia imaginado. Trocar experiências, programas, ideias e técnicas. Eu já perdi a conta da quantidade de vulnerabilidades e programas que foram apresentados ao planeta, pela primeira vez, em um evento de segurança.

Acredito que o que deixa as pessoas mais fascinadas com segurança da informação sejam os fatores curiosidade e criatividade. Desde cedo, nós somos regidos pelas dúvidas e perguntas. Em uma fase da nossa vida, quase todas são respondidas e acabamos nos acostumando com o que temos a nossa volta.

Mas acontece que nem todos gostam desta normalidade, desta mesmice. As perguntas continuam na cabeça, até que alguém toma coragem e as faz, descobrindo ou criando algo novo e inusitado. Como exemplo que é possível ter acesso privilegiado ou instalar um sistema operacional em um dispositivo onde ninguém nunca imaginou.

Quando alguém quebra um sistema ou uma senha, em seguida vem sempre aquela pergunta: “Como foi que ele fez aquilo?” Simples, ele pensou fora da caixa, e é isso que fascina as pessoas.

Muita gente já veio até mim dizendo que está estudando segurança da informação, focando em redes, desenvolvimento ou sistemas. Isso é excelente, assim teremos mais pessoas pensando fora da caixa.

Compartilhar:

Este post tem 6 comentários

  1. Otimo post.

  2. Bom artigo Gustavo, acompanho o blog a um bom tempo e uma pergunta que fica na minha cabeça é: Para quem quer iniciar na área de Segurança da Informação, deve começar por onde ? Existe algum pré-requesito para quem quer começar nesta área ?

  3. Sousa, primeiro você tem que saber com qual parte da segurança da informação você deseja trabalhar. Desenvolvimento de soluções, auditoria, Pentest, Administração de firewalls, análise de malwares.. ?
    Meu conselho, se você gosta de desenvolvimento, comece a pesquisar sobre a criação de programas e soluções para segurança. Se você gosta de infra, comece a estudar sobre redes e firewalls. Não é tão simples, mas você deve começar por alguma área.. 🙂

  4. Gustavo Lima faço o curso de segurança da informação na FATEC-AMERICANA e gostaria de saber se seria possivel, e como entrar em contato com você para quem sabe você realizar uma palestra na faculdade ;D

  5. Boa Noite, primeiramente gostaria de parabenizar pelo post, em segundo tenho uma duvida..Faço Sistemas de Informação , mas gostaria de trabalhar com Segurança da Informação, minha pergunta é: devo mudar para um curso de redes ou estou compativel?

    PS: interessaria tb a minha faculdade uma palestra sobre segurança em nossa T.i Week !
    Desde já agradeço.

  6. Não precisa mudar o seu curso. Na verdade, uma faculdade de segurança lhe dará uma base, diga-se de passagem, bem básica. Vc só irá aprender com cursos e muito estudo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu