Nestes últimos 5 anos tivemos um incrível crescimento quanto a oferta e utilização de produtos e serviços via Internet como o Twitter, Facebook, Orkut, MySpace, Wikipedia entre outros, muitos destes produtos se tornaram verdadeiras plataformas para outros produtos, tendo como exemplo o Facebook, onde uma série de empresas de desenvolvimento, principalmente de jogos, vêm o utilizando como base e lucrando milhares de dólares.

Todo este crescimento deve-se a performance das arquiteturas de seus sistemas e servidores, principalmente para os seus servidores HTTP, onde 100% deles não utilizam o Apache como servidor WEB, motivo: O Apache é muito lento. Isso mesmo que você acabaram de ler, comparando o Lighttpd, NGINX e o Varnish, o Apache é um fusca que fica logo atrás de Ferraris.

Já comentei no blog quanto a performance destas três Ferraris, digo, servidores HTTPD/WEB, tendo na grande maioria dos casos uma diferença de mais de 50% em comparação com ambientes configurados com o Apache, e a performance pode melhorar ainda mais se fizermos algumas combinações do tipo: Lighttpd+FastCGI+Xcache – Temos em alguns casos, ganhos de mais de 400% de performance.

O Apache difere destes outros servidores HTTPD/Web devido a quantidade de módulos desenvolvidos e compatíveis, fora a sua extensa e conhecida documentação, porém isso vem mudando, tanto é que a Packt Publishing, editora a qual já elogiei aqui no blog, lançou em 2008 um livro sobre o Lighttpd e agora em 2010, o livro Nginx HTTP Server, acebei comprando ambos e eles chegaram essa semana, estarei comentando sobre eles logo logo.  O Varnish ainda não possui uma documentação detalhada de como configura-lo ou de como migrar do Apache para ele, achei este artigo no Viva O Linux dando mais detalhes sobre estre servidor HTTP Server que vem tomando o lugar do Apache.

Para aqueles que desejam migrar o seu servidor Apache para algum desses que citei, vale a dica, testem todos os módulos e funcionalidades, alguma combinações ou instalações casadas com MemCached podem gerar excelente resultados.

Compartilhar:

Este post tem 8 comentários

  1. Gustavo,

    Usava em meu servidor pessoal o Lighttpd, principalmente porque precisava de algo que ocupasse pouca RAM. Ele é realmente rápido e razoavelmente simples de configurar. Mas acabei voltando para o Apache. É possível fazer ele ficar com um footprint pequeno também. Tem outra técnica que não mencionou: Utilizar ramdisk para servir conteúdo estático (parâmetro ramdisk_size na inicialização do kernel).

  2. Fiz alguns testes com o Varnish em alguns sites/portais de amigos e o carinha eh fantastico, porem a documentacao eh muito fraca. Um dos meus amigos pensa em contratar a mesma empresa q a globo.com contratou para dar suporte. By Ipad

  3. Vou testar agora esse Lighttpd e o Varnish!

    Valew a dica Gustavo!

  4. Por isso que acompanho sempre TODAS as notícias do Blog, ontem mesmo na faculdade o professor falou da ascensão do NGINX, complementei e falei dos outros, resultado: ninguém da sala conhecia essas ferramentas, e nem eu, minha sorte foi o blog =)

    Obrigado Gustavo!

Deixe uma resposta

Fechar Menu