A Microsoft abriu as portas de um dos seus DataCenters “secretos” que tem como objetivo a centralização de suas operações e a oferta de serviços Cloud Computing.

A Microsoft apresentou uma estrutura/DataCenter que suporta 300.000 servidores que demanda 30MW de energia, podendo chegar até 60MW (ele está preparado para dobrar a quantidade de servidores). Um executivo que trabalhou durante 18 anos na SUN, Matt Thompson, foi contratado pela Microsoft para cuida do Azure, principal solução de Cloud Computing da Microsoft.

O interessante é o anuncio quanto a criação de 6 DataCenters iguais ao citado acima na América do Norte (EUA e Canadá, os impostos e a mão de obra no Canadá são mais baratos que nos EUA), Europa e China. Só com esse anuncio já teríamos 1.800.000 servidores, maior que o número de servidores anunciados nos DataCenters do Google (450.000).

A Microsoft está copiando a solução de DataCenters em contâineres criada pela Sun e utilizada pelo Google atualmente.

Vejam pelas fotos abaixo:

Servidores Configurados em Cluster
Estrutura de DataCenter que Suporta os Contâineres

Percebam a quantidade de espaço que será aproveitado.

Steve Ballmer, CEO da Microsoft, anunciou que o foco  é Cloud Computing, para isso eles estão investindo milhares de dólares nessa consolidação e na criação de soluções e produtos para o mercado, com uma distribuição geográfica muito semelhante que a utilizada pela Amazon.

Mas esse número de DataCenters espalhados pelo mundo pode aumentar e muito, já que a Microsoft anunciou que o número de novas instalações será maior que 10 e menor que 100, “é um segredoooooo.

O vídeo abaixo demonstra o novo DataCenter de Chigaco da Microsoft:

fontes: Itweb, gizmodo

Compartilhar:

Deixe uma resposta

Fechar Menu