Primeiras e rápidas impressões do BackTrack5

Tags: , , , ,

Terminei a instalação da nova versão do BrackTrack5, na verdade eu fiz o upgrade do VMware Fusion do meu Mac book pro e depois coloquei para ele ler o ISO a versão 64bits do backtrack. Ele subiu a máquina em menos de 2 minutos, impressionante.

Eles mudarem a carinha do bruto, sem problemas até aí. Um detalhe bem importante foi que a minha antena wireless USB com o chipset Realtek funcionou perfeitamente, não foi necessário nenhuma configuração ou compilação extra. Aqui jaz o notebook que eu iria comprar para realizar “testes” com redes Wireless.

O desenvolvedor que ficou responsável por cuidar de toda a parte gráfica desta nova versão mandou muito bem. Vejam os ícones e a divisão por produtos e ferramentas.

O armitage está aí, pronto para ser usado e funcionando. Realizei alguns testes e todos foram ok. Muito bom para quem está começando a se familiarizar com o Metasploit.

Infelizmente eu não encontrei o T50 que foi desenvolvido pelo Nelson e é mantido pelo Fernando, mas irei instalá-lo logo logo, mas para isso, eu terei que comprar um note e instalar o backtrack nele. A ferramenta do Neslon é igual a um espírito, toma posse do corpo.

Farei um vídeo demonstrando desde o processo da subida do backtrack até a utilização de algumas de suas ferramentas, mas isso será para a próxima semana, quando eu estiver de férias.

P.S.: Baixei a versão do Gnome em 64bits e o link do livro do backtrack para consulta é esse aqui.

 

VEJA TAMBÉM

Assassin DoS 2.0.3 – Ferramenta de Flood HTTP Foi lançada uma ferramenta que roda no mundo Windows para realizar ataques DoS Layer 7.  O Assassin DoS 2.0.3 foi desenvolvido  para tentar derrubar sites a partir de servidores parrudos. Já foram ...
WP htaccess control – dica para quem usa o Apache com o WordPress O .htaccess é dito por muitos como o firewall do apache. Também pudera. Há milhares de regras que podem ser configuradas e customizadas de acordo com a necessidade de cada ambiente. Eu até já criei...
Hardening de servidores, comece pelo básico Estou preparando um treinamento de hardening para servidores Linux e ambientes Web, falo de Apache, Nginx, DNSs e mais algumas coisitas. Devido a isso, venho pesquisando uma série de papers, livros e ...
COMPARTILHE ESTE ARTIGO

COMENTÁRIOS

24 comentários em “Primeiras e rápidas impressões do BackTrack5

  1. Fagner Alex

    Ae Gustavo… concordo com vc, o Back Track é a melhor ferrramenta para pentest, já vem com as melhores e mais conceituadas ferramentas e ainda com uma interface gráfica muito massa. Sentia falta de uma versão 64 bits para poder usar todo poder de processamento.

  2. Fabio

    Você subiu o LiveCD do 64Bits na VM, é isso? Não instalou o backtrack na VM… entendi direito??

    Subi o LiveCD e não reconheceu meu bluetooth, me dei mal. Mas em breve eu arrumo um jeito!

  3. Gerardo Donatiello

    Gustavo,

    Para testes com ferramentas em Wireless preciso de uma placa wi-fi adicional?

    É isso mesmo?

    abs

  4. Gerardo

    Gustavo, bom dia!

    Pelo que li no livro do BackTrack independente se for mac ou não, não funciona com a placa wireless nativa do micro, tem que ter uma placa USB…. tem até uma HCL das placas a serem utilizadas..

    Não entendi porque ele não reconhece….

    Se alguém souber de algo…

    abs

  5. J4ckSn00py

    engracado, tenho 2 micros.
    sony e acer.

    o acer funciona muito bem no bt4 o inject, ja no sony nao funcionava.

    agora o sony no bt5 funciona o monitor, que nao funcionava no 4, e parou de funcionar o monitor no acer.

    comprei uma palca awus036h, saiu de hong kong no dia 3 de maio e ainda nao chegou.

    perguntinha pro gustavo, o que chega primeiro?

    Minha placa ou suas ferias? rs

    abcss bom fds

  6. Nailson

    Pessoal, existe algum livro ou manual explicando o uso de todas as ferramentas do back track?

    Como usar a ferramenta MEDUSA?

    Nailson

  7. Iuri

    Gerardo, isso no caso de rodar na VM, pq ela não tem acesso total à sua placa nativa, só em placas USB
    Tem plaqunhas por menos de 30 reiascompatíveis, Edimax EW-7318UG e TP-link WN321

  8. Chaves

    config.c: In function ‘config’:
    config.c:867: error: signed and unsigned type in conditional expression
    config.c:871: error: signed and unsigned type in conditional expression
    config.c:894: error: signed and unsigned type in conditional expression
    config.c:898: error: signed and unsigned type in conditional expression

    Erro no T50. Alguem sabe o que é?

  9. Gustavo Lima

    J4ckSnoopy, sei que diversas destas perguntas são simples, mas o pessoal as fez por não saber.. e ajudar não doí, como já dizia iki: the cat.. Precisamos disseminar informação…

  10. J4ckSn00py

    Sim Gustavo, mas o problema é que se todas as perguntas forem feitas e se elas existem no manual, logo poderiam ser procuradas no manual, inclusive no google.

    Poderiamos manter um nivel melhor de informacoes aqui, perguntas simples demais podem ser achadas simplesmente no google….

    mas ok…

    abc

  11. Gustavo Lima

    concordo com vc… vc está certo.. A galera tem que aprender a correr um atrás.. tá tudo muito fácil nos dias de hoje.. é só pensar um pouco..

  12. Ginaldo Oliveira

    Muito bom! Iria baixar o BT4 R2 hoje, mas encontro o 5. Não poderia ter sido melhor. Concerteza a melhor ferramenta para pentests. Vou até avaliar o KDE tbm…

  13. Diego

    Por favor, me tirem uma dúvida:

    Eu estava usando o BT5 KDE mas depois troquei pelo GNOME, até aí tudo bem. Agora o que está me deixando ‘encafifado’ é que quando clico em Sistema > Administração só aparece uma ferramenta, que é Monitor do Sistema, aquelas ferramentas de configuração não. Sendo que no KDE estava mais acessível. É isso mesmo?

    Abraços

  14. Diego

    J4ckSn00py

    Sim, eu faço uso dele, mas pensei que tivesse ocorrido algum bug durante a instalação. Comparando com o Ubuntu, em Administração temos várias ferramentas.

    Depois que vi alguns vídeos sobre o BT5 GNOME, confere com o que descrevi acima.

    Agora é só curtir!

    Obrigado 🙂

  15. André

    Gustavo, desistiu de fazer o vídeo monstrando algumas ferramentas, que você disse no final do post?

    Abraços

DEIXAR UM COMENTÁRIO

MENU