Muitos jovens se encontram frente ao mesmo dilema no momento da sua graduação em TI:  Terminei a Faculdade, e agora ? Faço um mestrado, pós ou MBA ? A resposta dependerá do que você deseja para a sua carreira.

Aqueles que pensam em fazer um mestrado devem ter em mente que o seu maior benefício será a possibilidade de ministrar aulas em universidades tanto públicas quanto particulares, mas hoje o mercado universitário brasileiro está com um problema, a saturação de mestres e doutores nos quadros de funcionários.

O MEC obriga que as universidades tenham um número “x” de mestres e doutores, para a grande maioria das universidades esse número já foi atingido há 4 anos, mas e o resto dos mestres e doutores que estão se  formando ? Eles conseguirão vagas como professores ? Sim, nos casos de fim do período letivo onde as universidades dispensam professores por n motivos ou no caso da abertura de novos campus e em concursos públicos.

Muitos que leêm este post dirão que a Google contrata mestres e doutores, e é verdade, mas quantos se formam anualmente e quantos a Google contrata ?! Conheço uma boa quantidade de profissionais  que optaram pela vida acadêmica e ficaram quase 2 décadas na universidade tendo como resultado o pós-doutorado.

Diploma na mão direita, currículo de meia página como experiência na mão esquerda e vamos para o mercado. Infelizmente receberão um não como resposta de centenas de empresas e isso não acontece só no Brasil. Uma reportagem veiculada há pouco tempo na revista New Yorker apresentou um grave problema que está afetando muitas famílias americanas, seus filhos e filhas na faixa dos 30, super qualificados mas sem experiência no mercado, resultado … voltaram a morar com os pais.

As empresas de TI, na sua grande maioria, pararam de se preocupar com a formação do profissional, principalmente as empresas de outsourcing, elas querem saber duas coisas sobre você:

você sabe resolver o problema do cliente de forma rápida e satisfatória ? você é barato ?

Por que empresas de prestação de serviços em TI devem contratar um profissional com doutorado ou mestrado para dar suporta em servidores windows, linux e firewall ? É isso que donos de empresas, diretores e gerentes falam para o RH. Já vi empresas de TI que o RH passou a atuar na simples contratação um profissional, cuidando só da papelada. O RH não faz a seleção já que não possui conhecimento técnico para avaliar se um determinado candidato possui ou não o conhecimento técnico necessário para aquela vaga, o candidato aprovado é direcionado ao RH para entrega de documentação e exame médico.

Conheço, outrossim,  analistas plenos que ganham mais que profissionais que possuem mestrado e até mesmo doutorado. Possuir um título acadêmico em TI virou um desejo pessoal  e não garantia de altos salários.

Pós-graduações e MBA`s viraram itens de prateleira no Brasil, chegando ao cúmulo de serem utilizados como barganha por empresas para que um funcionário seja retido por um período de 3 anos. Cargos de gerência e direção ainda possuem como pré-requisitos uma pós-graduação ou MBA, porém trabalhamos com TI e sabemos a proporção de analistas para gerentes e diretores.

Não é um simples título que irá lhe capacitar para um cargo desses, mas tem um outro ponto, já conheci uma série de profissionais que mudaram de área de atuação em TI depois de terem feito uma pós. É o conjunto da experiência em um curso que abre outros horizontes.

Sei que a decisão é difícil, mas a dica que eu dou é a seguinte:

Pese os prós e contras de cada curso, considere o investimento pessoal e financeiro a longo prazo, isso fará toda a diferença.

Compartilhar:

Este post tem 7 comentários

  1. Ótimo artigo! Estou exatamente nesta fase, acredito que um MBA ou Pós seja interessante a ser executado durante o inicio da experiência profissional. Mas vamos ver né..

  2. Várias estatísticas demonstram a relação direta entre o nível de escolaridade e o salário, quanto maior a escolaridade, maior o salário ou a possibilidade de ter um salário maior. Se o profissional deseja ser mais do que um analista mediano, um mestrado ou um mba em uma boa instituição podem aumentar a chance de conseguir uma melhor posição. Não existe regra, mas um nível maior de escolaridade e estudo garante um maior conhecimento que pode ser aplicado no desempenho da função.
    Eu recomendo mestrado, doutorado, mba e certificações, tendo isto, o profissional aumentará muito a sua “sorte” de conseguir um bom salário e o cargo almejado.

  3. Johnes, infelizmente essas estáticas não conhecem os doutores formados da USP, Unicamp e tantas outras universidades brasileiras dos últimos 6 anos.. Eu os conheci e os entrevistei em uma multinacional há 3 anos, a realidade é bem diferente.

  4. To nesse dilema agora… o problema dos profissionais de TI é que não existe um orgão regulamentador, então o que ocorre é uma inundação de profissionais no mercado. Ai vem outro problema, você precisa trabalhar para conseguir experiência, mas sem experiência você não trabalha, e agora? Vejo vários mestres e pessoas que sei que são boas no que fazer entrando como estagiários ou programadores júnior nas empresas para conseguir a bendita “experiência”.
    Post ficou legal, parabéns pelas dicas

  5. Concordo com o Gustavo, na seleção para meu emprego atual disputei a vaga com um pós-graduado, mesmo sem ter um nível acadêmico superior ao dele fui contratado. O outro candidato não passou no teste prático proposto pela empresa. No meu caso a experiência venceu naquele momento. Eu acredito que tanto experiência quanto formação são importantes, eu escolhi me especializar em algo e obter certificações, para mim vem dado muito certo.

  6. O negócio é, quer uma vaga, que pague um bom salário e permita você morar perto do trabalho consiga uma das duas coisas:

    1) Seja reconhecido por suas excelentes habilidades técnicas na área, seja ela programação, infra de servidores ou de redes.
    2) Conquiste experiência na área.

    Francamente os profissionais que conheço que são mais bem sucedidos ou que de fato ditam o rumo das coisas no Brasil nas respectivas empresas que trabalham caem em um dos dois casos.

  7. Olá, gostei do blog e faço gestão de ti . ano que vem colo grau e aí ? vou ser mais um na casa de mamãe ? vou correr para certificação itil v3 mas e tal da experiencia ? zero. é uma luta que me faz repensar todo dia se fiz a melhor escolha.

Deixe uma resposta

Fechar Menu