O Twitter é um fenômeno tanto da Internet como do mercado, vejam o porque:

  • Em 1 ano ele cresceu mais de 1000%.
  • Possui mais de 105 milhões de usuários registrados, sendo que recebe o registro de mais de 300.000 usuários dia. o_0
  • 180 milhões de usuários visitam o site todo o mês.
  • 75% do tráfego Internet vem de fora do Twitter.com, de outras aplicações que utilizam o micro blog.
  • API para o Twitter envia 55 milhões de Tweets por dia.
  • 37% dos usuários do Twitter o utilizam via telefone celular.

Esses números são tão impressionantes e importantes que o Twitter resolveu mudar os seus serviços do DataCenter da NTT America para o seu próprio DataCenter, tendo assim uma capacidade maior de crescimento e mais barata.

Vejam abaixo uma apresentação dos números do Twitter, números esses que o tornam um gigante quanto o assunto é WEB 2.0.

View more presentations from John Adams.
Dêem uma olhada neste post sobre redes sociais.
Compartilhar:

Este post tem 5 comentários

  1. Muito legal o slide deck, principalmente as atividades de operação (monitoração/ação) e o uso de torrents para deploy nos servidores, bem diferente do processo convencional – e do uso normal dessa tecnologia 😉

    Abraço!

  2. O engraçado é que eles, twitter, falam em memcached mas não dizem se utilizam o mod_cache, módulo esse do apache que diminui em mais de 60% o tempo de leitura de arquivos em um storage por exemplo. Tudo bem que o acesso deles é animal, mas um módulo pode ajudar em muito a infra deles.

  3. Eu fico imaginando os problemas com memória de servidores que eles devem passar. Tipo: comprou um servidor que suporta 64 GB, dai eles sobem a máquina em 15 dias ela já está com 95% de utilizam de memória RAM, 80% de CPU e o Load em em 30, fora que a máquina vai estar “swappando”… O pessoal de infra deve ficar doido monitorando e vendo o pode ser um ataque, do tipo ddos ou não.. Deve ser difícil em..

  4. Sobre o memcached, eles colocaram abaixo do Rails no Request Flow, não parece mesmo ser o mod_cache direto no Apache.

    O lance das máquinas, deve ser insano mesmo, mas eles deram bastante enfase ao acompanhamento de métricas e forecast – com esses dados, acho que conseguem respirar um pouco. O que *não* deve ter é burocracia na hora de adquirir novas máquinas, e isso é uma lição pras empresas em geral 🙂

Deixe uma resposta

Fechar Menu