Para aqueles que trabalham em grandes empresas ou multinacionais, é normal o agendamento uma vez ou duas vezes por ano para aquela série de entrevistas sobre o que você quer ser quando crescer e sobre o feedback do seu trabalho, o resultado do primeiro questionamento irá gerar um trabalho para o seu gerente e para o RH de como avaliar, gerar promoções e se possível, bônus, para um dia, quem sabe, você crescer.

Já na segunda parte, o “feedback” é quando você prepara o seus ouvidos para levar aquela saraivada de frases, pontos e acertos que você deve ter em sua carreira, já que sempre, eu digo sempre, você tem algo a melhorar. Vejam que somos, trabalhamos e convivemos com humanos, mas não recebemos o pagamento de humanos, mas sim de empresas e por este motivo, devemos seguir a cartilha da nossa contratante, já que empresa não é uma democracia. Tive um chefe que dizia que a pior forma de governo do mundo é a democracia, bem que eu queria que ele ficasse uns 6 meses na Coreia do Norte, vai que ele mudasse um pouco de ideia.

Eu particularmente recebo bem um feedback, seja positivo e negativo, tento contra-argumentar alguns pontos e sempre busco melhorar o meu trabalho junto ao meu contratante. Em toda a minha carreira fui assim.

Esteja de mente aberta, você é humano e pode estar cometendo alguns erros na visão do seus colegas e seu chefe. Aproveite a reunião de feedback, que não sua grande maioria é individual, para colocar o que você gosta e o que você não gosta do seu trabalho. Essa reunião pode definir a sua carreira e o seu futuro na empresa.

Compartilhar:

Este post tem 3 comentários

  1. Eu gostaria de saber se algum lugar onde voce trabalhou ou trabalha, o feedback foi usado realmente pra definir onde voce quer chegar. Essas reunioes semestrais, são pouco produtivas porque, na verdade a sua memoria é tao curta, que tudo que se fala nessas duas vezes por ano é bobagem. A lideranca exige (ou deveria) que voce trate seus colaboradores como filhos, é um relacionamento, se voce nao fala na hora, acoisa pode ser esquecida, e o momento perdido. É util com criticas fundamentadas e construtivas, e com exemplos praticos (não tente me melhorar se voce nao tenta melhorar a si mesmo). As pessoas tendem a criticar quando estao em cima, mas nunca ouvem uma critica… Isso é tao natural, que penso, que o sistema de feedback É UMA UTOPIA. Nossas liderancas nao estão preparadas pra nós!

  2. Patrícia, empresas como IBM e HP que tem a carreira em Y (continuar como técnico ou ser um gerente) possuem o programa IDP (avaliação individual de desempenho). O feedback serve para vc avaliar o seu desempenho e saber se o trabalho que está sendo executado está de acordo com as necessidades da empresa. Em uma destas empresas que eu trabalhei, tive um bom feedback, tendo como resultado duas promoções em 2 anos e um belo bônus no final do ano. É claro que tudo depende de dois fatores: A empresa que você trabalha e o momento pelo qual a empresa está passando (com dinheiro ou sem dinheiro). Veja que empresas Americanas levam o feedback/IDP muito a sério, onde promoções ou aumentos salariais são dados aos colaboradores com bom ou alto desempenho.

    Na última semana conheci um profissional que pediu demissão por não ter conseguido um aumento salarial, a justificativa da empresa foi que o IDP do mesmo estava abaixo do exigido pela empresa. Os próprios colegas confirmaram isso.

    Don`t hate the player, hate the game.

  3. Além desses 2 fatores que vc colocou, tem outros dois que influenciam o cenário todo: 1) a avaliação deve seguir um roteiro lógico, razoável, com métricas e processo transparente e 2) a pessoa (ou pessoas) que está avaliando e dando feedback deve ter condições pra isso.

    Já vi casos em que pelo menos um desses pontos não era verdade. Nessas situações, não adianta ter retorno bom ou ruim, promoção ou não – a coisa toda está errada, e a sensação que fica é essa.
    Dinheiro no bolso ou reconhecimento é sempre bom, mas se essas premissas não são observadas, a sensação de realização é vazia…

    As vezes, o jogador tem culpa, sim 😉

    Abraço!

Deixe uma resposta

Fechar Menu